E quando o Sol se põe no império...

Página 6 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Nova Salvador em Seg Fev 04, 2013 1:06 am

Nós apoiamos o plano de pacificação proposto por Altina! Este plano, principalmente no tocante a reincorporação de nossos territórios é de extrema importância!
avatar
Nova Salvador

Mensagens : 626

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Altinia em Seg Fev 04, 2013 2:22 am

Diante do apoio neo-soteropolitano, ainda que haja críticas por parte dos demais países da comunidade internacional, o Presidente de Governo chegou a anunciar o seguinte:

"Meus caros amigos, não há, em nenhuma parte, nenhuma medida colonialista e conservadora neste mundo, pois o mal colonialista está capturado: McHitler. A barbárie que este indivíduo fez para com seu povo, e seus ideais notoriamente absurdos, eram muito mais cruéis que o colonialismo europeu. Não há colonialismo, há libertação! Estamos libertando irmãos e irmãs privados de suas vidas e suas raízes, vítimas de uma lavagem cerebral feita por um governo autoritário, contrário a todas as liberdades individuais e direitos culturais de seu povo, impondo-lhes uma imagem ruim das nações estrangeiras, transformando-os numa legião de fanáticos, como vemos. Meus amigos, McHitler é o pior vilão da história, pois, ele não apenas torturou e matou seu povo, antes ele tivesse feito isso, ele fez algo evidentemente muito pior; McHitler fez que seu povo odiasse a liberdade, fazendo-o lutar com unhas e dentes em prol de sua opressão! Hoje, amigos da comunidade internacional, temos o dever de libertar este povo, ainda que não queira, mas, se pelo ao menos, uma geração na Commonwealth crescer livre, nunca mais haverá um retrocesso neste país, e a paz mundial nos será eternamente grata.

Quanto a questão africana, é de relevante urgência também resolvermos. Ainda que um tabloide tenha divulgado uma suposta partilha da África em meu país, venho ressaltar que reconheço a soberania neo-soteropolitana sobre a maior parte daquele continente, e defendo a transição de soberania de áreas hoje dominadas pela Commonwealth (Brunei) e Portugal, no continente, em prol dos neo-soteropolitanos, todavia, defendo que Luanda e arredores ainda permaneça sobre o controle português, por uma questão de sobrevivência deste país, pois nossa intenção não é criar novos pobres, mas sim novos ricos!

Meus amigos, Altínia lutará incansavelmente pela liberdade de todos os povos da Terra. Enquanto houver um povo sem terra, uma família a sofrer com os horrores da guerra, nós, estaremos lá, confortando estes povos, e dando um sinal de esperança, para que tenham em Altínia, o seu norte de liberdade.

Se hoje parecemos loucos, se até há um receio colonialista, isto é tudo pura sequela de um passado em que a comunidade internacional sofreu destes males, mas, em nome do povo altínio, lutaremos em prol de uma Commonwealth Unida, Grande e Livre, para que supere de forma promissora, os maldes desta ímpia e injusta guerra, que somente ocorreu, porque seu povo errou, ao eleger um homem insano para dirigir uma nação, como era McHitler!

Viva a Liberdade. Viva a Commonwealth. Viva Altínia. Viva a Paz Mundial!"

Alguns setores da bancada liberal todavia têm estranhado o comportamento do Presidente de Governo, temendo que na verdade ele poderia estar sendo chantageado pela bancada conservadora, que exige maior expressão política e militar de Altínia no cenário internacional. Em Altínia, os conservadores são chamados inclusive de "Expansionistas", pois defendem a expansão política, territorial e militar do país. Os liberais por outro lado, parecem estar divididos, pois a ala radical liberal é anti-intervencionista e está insatisfeita com o governo provisório e suas medidas de influenciar na questão da Commonwealth e também no recente projeto enviado, que visa aumentar a qualidade de vida dos militares no local de serviço.
avatar
Altinia

Mensagens : 259

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Sarvoya em Seg Fev 04, 2013 3:15 am

OOC: Altínia, Brunei nunca pertenceu à Nova Salvador, antes era território de Hecal, que não joga mais conosco. O que pertencia à Nova Salvador era o centro do continente, que foi cedido para Portugal como pagamento de guerra.
avatar
Sarvoya

Mensagens : 857

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/gustavopfurla

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Nova Salvador em Seg Fev 04, 2013 4:22 am

Sarvoya escreveu:OOC: Altínia, Brunei nunca pertenceu à Nova Salvador, antes era território de Hecal, que não joga mais conosco. O que pertencia à Nova Salvador era o centro do continente, que foi cedido para Portugal como pagamento de guerra.

ooc: Acho que ele sabe disso, rsrs, mas como tudo que tá na África tem de ser soteropolitano... Twisted Evil
avatar
Nova Salvador

Mensagens : 626

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Galiza em Seg Fev 04, 2013 8:59 am

Altinia escreveu:uma Commonwealth Unida, Grande e Livre,
OOC: "Espanha Uma, Grande e Livre" era o lema da ditadura franquista espanhola... Twisted Evil

Se Nova Salvador tem qualquer coisa a discutir sobre territórios africanos que fale com Portugal. A Commonwealth não tem nada a ver com África, e Portugal não teve nenhuma participação no assunto da Commonwealth. Estão a misturar coisas que não têm relação nenhuma.
avatar
Galiza

Mensagens : 623

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=galiza_rp

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Galiza em Seg Fev 04, 2013 11:31 am


CONSELLO XERAL DE GALICIA

Declaração oficial

O Conselho Geral da Galiza expresa o seu apoio a um processo de transição democrática na Commonwealth, baseado na justiça para as vítimas da ditadura, o respeito aos direitos humanos, a democracia e o respeito à soberania nacional.

Para realizar esta transição, consideramos imprescindível a colaboração honesta entre as forças internacionais e os movimentos políticos democráticos da Commonwealth, para atingir estes objectivos comúns. Por isso damos o nosso apoio a um processo que siga os seguintes pontos:

  1. Juízo aos responsáveis do régime ditatorial e dos seus crimes.

  2. Reparação para as vítimas destes crimes, incluindo necessáriamente a total abolição da escravatura e a libertação dos escravos.

  3. Eliminação das estruturas do régime nazista.

  4. Restauração do direito e a legalidade democrática anteriores ao comezo da ditadura.

  5. Protecção e garantia dos Direitos Humanos.

  6. Eleições livres, sob protecção e supervisão internacional.

Este Conselho está disposto a oferecer a colaboração que puder, dentro das suas possibilidades, para este processo, e apoiaremos as medidas que contribuam para a realização dos pontos descritos. Mas não apoiaremos qualquer falsa solução que permita a impunidade, a preservação de feições da do régime ditatorial ou qualquer desrespeito pela soberania e integridade territorial da Commonwealth. Desejamos poder ver, em um prazo razoável, a Commonwealth curada do doença da ditadura e restabelecida como estado livre, democrático, independente e soberano.

Consideramos que todo este processo deve ser feito com a cooperação das forças internacionais presentes na Commonwealth e os movimentos políticos locais comprometidos pela liberdade e contra a ditadura. Reconhecemos a valiosa e honesta contribuição do Consulado Lapálio para a queda da ditadura, e o valoroso sacrifício daqueles que, desde o interior da Commonwealth e com risco das suas vidas, resistiram e lutaram contra a tirania.

Esperamos que esta colaboração consiga levar a bom fim este processo, evitando maiores conflictos e atritos pelos pormenores, baseándo-se no compromisso, a confiança, o direito e a boa fé de todas as partes.

Xosé Lois Carballo
Presidente do Conselho da Galiza
Elías Aldán
Vicepresidente do Conselho da Galiza
Tomás García
Secretário de Relações Exteriores do Conselho da Galiza
avatar
Galiza

Mensagens : 623

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=galiza_rp

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Altinia em Seg Fev 04, 2013 1:38 pm

Nova Salvador escreveu:
Sarvoya escreveu:OOC: Altínia, Brunei nunca pertenceu à Nova Salvador, antes era território de Hecal, que não joga mais conosco. O que pertencia à Nova Salvador era o centro do continente, que foi cedido para Portugal como pagamento de guerra.

ooc: Acho que ele sabe disso, rsrs, mas como tudo que tá na África tem de ser soteropolitano... Twisted Evil


OOC: Sim, mas no caso Brunei se sentiria mais parte de Nova Salvador do que da Commonwealth, afinal, trata-se de um Reino Cristão, um país que segue uma linha de pensamento político similar a Nova Salvador, além da proximidade territorial com a porção africana continental e com Almeida Brás, que consolida esta aproximação do Brunei com Nova Salvador, dirimindo quaisquer porquês contrários a incorporação por Nova Salvador. No caso, Brunei poderia ser um Grão-Ducado de Nova Salvador, com sua nobreza sendo incorporada a local, sem maiores dramas. Acho que principalmente a questão do Brunei tem que ser discutida, ainda que as demais questões territoriais que propus sejam deixadas de lado.
avatar
Altinia

Mensagens : 259

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Altinia em Seg Fev 04, 2013 1:40 pm

Galiza escreveu:

CONSELLO XERAL DE GALICIA

Declaração oficial

O Conselho Geral da Galiza expresa o seu apoio a um processo de transição democrática na Commonwealth, baseado na justiça para as vítimas da ditadura, o respeito aos direitos humanos, a democracia e o respeito à soberania nacional.

Para realizar esta transição, consideramos imprescindível a colaboração honesta entre as forças internacionais e os movimentos políticos democráticos da Commonwealth, para atingir estes objectivos comúns. Por isso damos o nosso apoio a um processo que siga os seguintes pontos:

  1. Juízo aos responsáveis do régime ditatorial e dos seus crimes.

  2. Reparação para as vítimas destes crimes, incluindo necessáriamente a total abolição da escravatura e a libertação dos escravos.

  3. Eliminação das estruturas do régime nazista.

  4. Restauração do direito e a legalidade democrática anteriores ao comezo da ditadura.

  5. Protecção e garantia dos Direitos Humanos.

  6. Eleições livres, sob protecção e supervisão internacional.

Este Conselho está disposto a oferecer a colaboração que puder, dentro das suas possibilidades, para este processo, e apoiaremos as medidas que contribuam para a realização dos pontos descritos. Mas não apoiaremos qualquer falsa solução que permita a impunidade, a preservação de feições da do régime ditatorial ou qualquer desrespeito pela soberania e integridade territorial da Commonwealth. Desejamos poder ver, em um prazo razoável, a Commonwealth curada do doença da ditadura e restabelecida como estado livre, democrático, independente e soberano.

Consideramos que todo este processo deve ser feito com a cooperação das forças internacionais presentes na Commonwealth e os movimentos políticos locais comprometidos pela liberdade e contra a ditadura. Reconhecemos a valiosa e honesta contribuição do Consulado Lapálio para a queda da ditadura, e o valoroso sacrifício daqueles que, desde o interior da Commonwealth e com risco das suas vidas, resistiram e lutaram contra a tirania.

Esperamos que esta colaboração consiga levar a bom fim este processo, evitando maiores conflictos e atritos pelos pormenores, baseándo-se no compromisso, a confiança, o direito e a boa fé de todas as partes.

Xosé Lois Carballo
Presidente do Conselho da Galiza
Elías Aldán
Vicepresidente do Conselho da Galiza
Tomás García
Secretário de Relações Exteriores do Conselho da Galiza


Apoio total as metas apresentadas pela Galiza!
avatar
Altinia

Mensagens : 259

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Sarvoya em Seg Fev 04, 2013 2:30 pm

Altinia escreveu:
Nova Salvador escreveu:
Sarvoya escreveu:OOC: Altínia, Brunei nunca pertenceu à Nova Salvador, antes era território de Hecal, que não joga mais conosco. O que pertencia à Nova Salvador era o centro do continente, que foi cedido para Portugal como pagamento de guerra.

ooc: Acho que ele sabe disso, rsrs, mas como tudo que tá na África tem de ser soteropolitano... Twisted Evil


OOC: Sim, mas no caso Brunei se sentiria mais parte de Nova Salvador do que da Commonwealth, afinal, trata-se de um Reino Cristão, um país que segue uma linha de pensamento político similar a Nova Salvador, além da proximidade territorial com a porção africana continental e com Almeida Brás, que consolida esta aproximação do Brunei com Nova Salvador, dirimindo quaisquer porquês contrários a incorporação por Nova Salvador. No caso, Brunei poderia ser um Grão-Ducado de Nova Salvador, com sua nobreza sendo incorporada a local, sem maiores dramas. Acho que principalmente a questão do Brunei tem que ser discutida, ainda que as demais questões territoriais que propus sejam deixadas de lado.
OOC: Nova Salvador assim dominará os mares do leste do Oceano Índico, tem mais é que continuar perdendo território Razz
avatar
Sarvoya

Mensagens : 857

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/gustavopfurla

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Lapália em Seg Fev 04, 2013 2:39 pm

As notícias de Altínia geram uma reacção mista. O apoio militar era bem-vindo, mas as proposta colonialistas estavam completamente de fora da mesa... O único medo era que a população comunal não se apercebesse disso. O Comando, por simpatia, envia um comunicado a Altínia:



Comunicado do Comando das Forças Armadas do Consulado
Exmos. Srs.,

Antes de mais, agradecemos o envio de reforços militares na Commonwealth, que serão úteis na democratização deste país. A ajuda prestada será sempre tida em conta e não esquecida. Também informamos que analisámos a vossa proposta com atenção. Agradecemos os esforços tidos na sua elaboração, contudo, a Commonwealth aguentar-se-à como país independente, democrático e respeitador dos direitos humanos. Tudo faremos para que isso aconteça, pedindo às forças altínias que se refreiem de divulgar a dita proposta, sob pena de suscitar a revolta no povo comunal e, consequentemente, de dificultar a missão internacional militar que aqui está instalada.

Respeitosamente,
General Douglas MacArthur
Comandante do Exército do Consulado

OOC: O gentílico que costumo usar é lapálio. Quanto ao post, continuo mais logo, agora estou sem tempo.
avatar
Lapália

Mensagens : 645

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Altinia em Seg Fev 04, 2013 4:04 pm

Lapália escreveu:
As notícias de Altínia geram uma reacção mista. O apoio militar era bem-vindo, mas as proposta colonialistas estavam completamente de fora da mesa... O único medo era que a população comunal não se apercebesse disso. O Comando, por simpatia, envia um comunicado a Altínia:



Comunicado do Comando das Forças Armadas do Consulado
Exmos. Srs.,

Antes de mais, agradecemos o envio de reforços militares na Commonwealth, que serão úteis na democratização deste país. A ajuda prestada será sempre tida em conta e não esquecida. Também informamos que analisámos a vossa proposta com atenção. Agradecemos os esforços tidos na sua elaboração, contudo, a Commonwealth aguentar-se-à como país independente, democrático e respeitador dos direitos humanos. Tudo faremos para que isso aconteça, pedindo às forças altínias que se refreiem de divulgar a dita proposta, sob pena de suscitar a revolta no povo comunal e, consequentemente, de dificultar a missão internacional militar que aqui está instalada.

Respeitosamente,
General Douglas MacArthur
Comandante do Exército do Consulado

OOC: O gentílico que costumo usar é lapálio. Quanto ao post, continuo mais logo, agora estou sem tempo.


Ao receber os agradecimentos de Lapália, o Presidente de Governo de Altínia agradece e só apenas reforçou:

"Estou convencido de que a questão territorial na Commonwealth deve ser posta de lado, preocupando-me no momento apenas com a questão de Brunei, que deve ser discutida junto com a questão territorial africana, outro conflito, que deve ser discutido a parte, observando os direitos dos portugueses e neo-soteropolitanos, para o bem da paz mundial".
avatar
Altinia

Mensagens : 259

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Lapália em Seg Fev 04, 2013 4:44 pm

A insistência na questão africana, que metia Portugal, o grande aliado dos lapálios, começa a trazer alguma impaciência:
"Os territórios africanos não são chamados para este conflito. Contudo, acreditamos que todos os territórios portugueses em África são seus por direito, e assim devem permanecer. A soberania portuguesa é inquestionável e a defesa da mesma será levada pelos mesmos, com a nossa ajuda sempre que necessário."

Esperava-se que os altínios respeitassem os interesses portugueses na questão. De resto, soldados lapálios e altínios continuavam amigos nos territórios da Commonwealth. A mensagem galega não passa despercebida, pois ia de encontro aos interesses lapálios. Querendo garantir que algumas das disposições do decreto 1-A eram realmente cumpridas, o Comando emite um novo decreto:



Decreto 4-A de 4 de Fevereiro de 2013 dos Estados da Commonwealth
Artigo 1º - As disposições na secção A decreto são irrevogáveis por qualquer lei (incluindo a constitucional), veredicto judicial, decisão legislativa ou executiva.

Artigo 2º - A Declaração Universal dos Direitos Humanos é lei de cumprimento obrigatório no território dos Estados da Commonwealth.

Artigo 3º - A pena para crimes graves por desrespeito ao artigo 2º, caso se dê como provado o crime, nunca deverá ser inferior a seis meses de prisão efectiva.

Artigo 4º - Os Estados da Commonwealth deverão indemnizar as vítimas do regime nazi e respectivos familiares.

Artigo 5º - Recomenda-se à Assembleia Constituinte a transposição dos anteriores artigos para a futura Constituição do país.

Artigo 6º - O respeito ou desrespeito pelo anterior artigo não acarretará a revogação deste decreto, que continuará válido.


Decreto 4-B de 4 de Fevereiro de 2013 dos Estados da Commonwealth
Artigo 1º - Os julgamentos devido à secção A deste decreto, executados no período de transição, serão assistidos por representantes internacionais, que assegurarão uma pena justa.


Decreto 4-C de 4 de Fevereiro de 2013 dos Estados da Commonwealth
Artigo 1º - O território correspondente ao Estado de Constantinopla regressa ao estatuto anterior ao regime nazi.

Artigo 2º - Esta secção, C, do decreto tem validade à data da retirada lapália de todo o território da Commonwealth.
Em vigor à data da publicação.

A perseguição aos antigos esclavagistas intensifica-se, com julgamentos sumários a serem feitos às centenas. As tropas começam a fazer operações de busca, libertando qualquer escravo ainda preso, prendendo em vez o seu senhor. Os campos de concentração já estavam livres, alguns são demolidos pelos lapálios, completamente arrasados, outros ficam de pé como "recordação do mal a que o mundo podia chegar". Assumindo funções cada vez mais policiais, os soldados lapálios começam a fazer patrulhas para assegurar que nenhuma discriminação é feita na Commonwealth.
avatar
Lapália

Mensagens : 645

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Altinia em Seg Fev 04, 2013 5:02 pm

Lapália escreveu:
A insistência na questão africana, que metia Portugal, o grande aliado dos lapálios, começa a trazer alguma impaciência:
"Os territórios africanos não são chamados para este conflito. Contudo, acreditamos que todos os territórios portugueses em África são seus por direito, e assim devem permanecer. A soberania portuguesa é inquestionável e a defesa da mesma será levada pelos mesmos, com a nossa ajuda sempre que necessário."

Esperava-se que os altínios respeitassem os interesses portugueses na questão. De resto, soldados lapálios e altínios continuavam amigos nos territórios da Commonwealth. A mensagem galega não passa despercebida, pois ia de encontro aos interesses lapálios. Querendo garantir que algumas das disposições do decreto 1-A eram realmente cumpridas, o Comando emite um novo decreto:



Decreto 4-A de 4 de Fevereiro de 2013 dos Estados da Commonwealth
Artigo 1º - As disposições na secção A decreto são irrevogáveis por qualquer lei (incluindo a constitucional), veredicto judicial, decisão legislativa ou executiva.

Artigo 2º - A Declaração Universal dos Direitos Humanos é lei de cumprimento obrigatório no território dos Estados da Commonwealth.

Artigo 3º - A pena para crimes graves por desrespeito ao artigo 2º, caso se dê como provado o crime, nunca deverá ser inferior a seis meses de prisão efectiva.

Artigo 4º - Os Estados da Commonwealth deverão indemnizar as vítimas do regime nazi e respectivos familiares.

Artigo 5º - Recomenda-se à Assembleia Constituinte a transposição dos anteriores artigos para a futura Constituição do país.

Artigo 6º - O respeito ou desrespeito pelo anterior artigo não acarretará a revogação deste decreto, que continuará válido.


Decreto 4-B de 4 de Fevereiro de 2013 dos Estados da Commonwealth
Artigo 1º - Os julgamentos devido à secção A deste decreto, executados no período de transição, serão assistidos por representantes internacionais, que assegurarão uma pena justa.


Decreto 4-C de 4 de Fevereiro de 2013 dos Estados da Commonwealth
Artigo 1º - O território correspondente ao Estado de Constantinopla regressa ao estatuto anterior ao regime nazi.

Artigo 2º - Esta secção, C, do decreto tem validade à data da retirada lapália de todo o território da Commonwealth.
Em vigor à data da publicação.

A perseguição aos antigos esclavagistas intensifica-se, com julgamentos sumários a serem feitos às centenas. As tropas começam a fazer operações de busca, libertando qualquer escravo ainda preso, prendendo em vez o seu senhor. Os campos de concentração já estavam livres, alguns são demolidos pelos lapálios, completamente arrasados, outros ficam de pé como "recordação do mal a que o mundo podia chegar". Assumindo funções cada vez mais policiais, os soldados lapálios começam a fazer patrulhas para assegurar que nenhuma discriminação é feita na Commonwealth.

OOC: Na verdade, os Altínios estão procurando evitar uma guerra na África, protegendo parte da África para os Portugueses e outra parte num Protetorado Internacional que talvez, num futuro distante, seria retomada para Nova Salvador.
avatar
Altinia

Mensagens : 259

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Lapália em Seg Fev 04, 2013 5:06 pm

ooc: Ora, os lapálios são grandes aliados dos portugueses, qualquer coisa que acarrete percas territoriais para eles é naturalmente mal vista e repelida.
avatar
Lapália

Mensagens : 645

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Commonwealth em Seg Fev 04, 2013 7:18 pm

Altinia escreveu:
Nova Salvador escreveu:
Sarvoya escreveu:OOC: Altínia, Brunei nunca pertenceu à Nova Salvador, antes era território de Hecal, que não joga mais conosco. O que pertencia à Nova Salvador era o centro do continente, que foi cedido para Portugal como pagamento de guerra.

ooc: Acho que ele sabe disso, rsrs, mas como tudo que tá na África tem de ser soteropolitano... Twisted Evil


OOC: Sim, mas no caso Brunei se sentiria mais parte de Nova Salvador do que da Commonwealth, afinal, trata-se de um Reino Cristão, um país que segue uma linha de pensamento político similar a Nova Salvador, além da proximidade territorial com a porção africana continental e com Almeida Brás, que consolida esta aproximação do Brunei com Nova Salvador, dirimindo quaisquer porquês contrários a incorporação por Nova Salvador. No caso, Brunei poderia ser um Grão-Ducado de Nova Salvador, com sua nobreza sendo incorporada a local, sem maiores dramas. Acho que principalmente a questão do Brunei tem que ser discutida, ainda que as demais questões territoriais que propus sejam deixadas de lado.

OOC: Espera aí! O Brunei era um Sultanato até à rebelião dos monarcas comunais que acabaram presos pelo McHitler. O Sultanato foi então transformado em Reino Cristão com a intenção de "castigar" os muçulmanos.
avatar
Commonwealth

Mensagens : 911

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Commonwealth em Seg Fev 04, 2013 7:35 pm

A proposta altínia causa escândalo e desprezo no seio da população comunal, mudando radicalmente a sua posição perante os soldados altínios. Enquanto que tanto os lapálios como os paulistas são tratados com extrema cordialidade e com a tradicional hospitalidade comunal, mesmo pelos legalistas, já os altínios são desprezados, assobiados e em alguns casos são mesmo espancados publicamente, quer por legalistas quer por democratas. Por toda a Comunidade surgem protestos com cartazes como: "Pior que McHitler só mesmo Altínia", "Altínia: os colonizadores do século XXI" e "Já não somos escravos de ninguém, ALTÍNIA FORA".
Num comício conjunto dos Partidos Democrata e Legalista, "Um futuro novo, um futuro democrático", os líderes dos dois partidos declaram: "É simplesmente ridículo e estúpido, chegando mesmo a ser insultante, a proposta dos altínios. Vêm falar sobre segurança e liberades pessoais, quando nem o regime de McHitler era tão restritivo em comparação com o do seu Estado Cristão... Como se atrevem a propor alterações e perdas territoriais ao nosso território!? Ao território pelo qual os nosso antepassados lutaram arduamente! Luta onde milhares perderam a vida para nos libertar do jugo colonial europeu! Estes colonialistas de altínia deviam era ter vergonha na cara e voltar para o buraco de onde vieram, e que nunca mais voltem! Estamos aqui porque queremos uma Commonwealth democrática, não queremos uma Commonwealth humilhada! ESTAMOS AQUI POR UMA COMMONWEALTH LIVRE, POR UMA COMMONWEALTH SOBERANA E POR UMA COMMONWEALTH DEMOCRÁTICA! AVANTE! PARA A FRENTE É O CAMINHO!".


OOC: Havia mais liberdades pessoais no tempo da ditadura McHitler do que havia em Altínia durante o Estado Cristão.
avatar
Commonwealth

Mensagens : 911

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Altinia em Seg Fev 04, 2013 7:53 pm

Commonwealth escreveu:A proposta altínia causa escândalo e desprezo no seio da população comunal, mudando radicalmente a sua posição perante os soldados altínios. Enquanto que tanto os lapálios como os paulistas são tratados com extrema cordialidade e com a tradicional hospitalidade comunal, mesmo pelos legalistas, já os altínios são desprezados, assobiados e em alguns casos são mesmo espancados publicamente, quer por legalistas quer por democratas. Por toda a Comunidade surgem protestos com cartazes como: "Pior que McHitler só mesmo Altínia", "Altínia: os colonizadores do século XXI" e "Já não somos escravos de ninguém, ALTÍNIA FORA".
Num comício conjunto dos Partidos Democrata e Legalista, "Um futuro novo, um futuro democrático", os líderes dos dois partidos declaram: "É simplesmente ridículo e estúpido, chegando mesmo a ser insultante, a proposta dos altínios. Vêm falar sobre segurança e liberades pessoais, quando nem o regime de McHitler era tão restritivo em comparação com o do seu Estado Cristão... Como se atrevem a propor alterações e perdas territoriais ao nosso território!? Ao território pelo qual os nosso antepassados lutaram arduamente! Luta onde milhares perderam a vida para nos libertar do jugo colonial europeu! Estes colonialistas de altínia deviam era ter vergonha na cara e voltar para o buraco de onde vieram, e que nunca mais voltem! Estamos aqui porque queremos uma Commonwealth democrática, não queremos uma Commonwealth humilhada! ESTAMOS AQUI POR UMA COMMONWEALTH LIVRE, POR UMA COMMONWEALTH SOBERANA E POR UMA COMMONWEALTH DEMOCRÁTICA! AVANTE! PARA A FRENTE É O CAMINHO!".


OOC: Havia mais liberdades pessoais no tempo da ditadura McHitler do que havia em Altínia durante o Estado Cristão.

OOC: Apenas durante o Estado Cristão...
avatar
Altinia

Mensagens : 259

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Commonwealth em Seg Fev 04, 2013 8:01 pm

Altinia escreveu:
Commonwealth escreveu:A proposta altínia causa escândalo e desprezo no seio da população comunal, mudando radicalmente a sua posição perante os soldados altínios. Enquanto que tanto os lapálios como os paulistas são tratados com extrema cordialidade e com a tradicional hospitalidade comunal, mesmo pelos legalistas, já os altínios são desprezados, assobiados e em alguns casos são mesmo espancados publicamente, quer por legalistas quer por democratas. Por toda a Comunidade surgem protestos com cartazes como: "Pior que McHitler só mesmo Altínia", "Altínia: os colonizadores do século XXI" e "Já não somos escravos de ninguém, ALTÍNIA FORA".
Num comício conjunto dos Partidos Democrata e Legalista, "Um futuro novo, um futuro democrático", os líderes dos dois partidos declaram: "É simplesmente ridículo e estúpido, chegando mesmo a ser insultante, a proposta dos altínios. Vêm falar sobre segurança e liberades pessoais, quando nem o regime de McHitler era tão restritivo em comparação com o do seu Estado Cristão... Como se atrevem a propor alterações e perdas territoriais ao nosso território!? Ao território pelo qual os nosso antepassados lutaram arduamente! Luta onde milhares perderam a vida para nos libertar do jugo colonial europeu! Estes colonialistas de altínia deviam era ter vergonha na cara e voltar para o buraco de onde vieram, e que nunca mais voltem! Estamos aqui porque queremos uma Commonwealth democrática, não queremos uma Commonwealth humilhada! ESTAMOS AQUI POR UMA COMMONWEALTH LIVRE, POR UMA COMMONWEALTH SOBERANA E POR UMA COMMONWEALTH DEMOCRÁTICA! AVANTE! PARA A FRENTE É O CAMINHO!".


OOC: Havia mais liberdades pessoais no tempo da ditadura McHitler do que havia em Altínia durante o Estado Cristão.

OOC: Apenas durante o Estado Cristão...

OOC: Não te esqueças que a revolução ainda é recente... a imagem do teu país ainda não está completamente limpa.
avatar
Commonwealth

Mensagens : 911

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Altinia em Seg Fev 04, 2013 8:05 pm

Commonwealth escreveu:
Altinia escreveu:
Commonwealth escreveu:A proposta altínia causa escândalo e desprezo no seio da população comunal, mudando radicalmente a sua posição perante os soldados altínios. Enquanto que tanto os lapálios como os paulistas são tratados com extrema cordialidade e com a tradicional hospitalidade comunal, mesmo pelos legalistas, já os altínios são desprezados, assobiados e em alguns casos são mesmo espancados publicamente, quer por legalistas quer por democratas. Por toda a Comunidade surgem protestos com cartazes como: "Pior que McHitler só mesmo Altínia", "Altínia: os colonizadores do século XXI" e "Já não somos escravos de ninguém, ALTÍNIA FORA".
Num comício conjunto dos Partidos Democrata e Legalista, "Um futuro novo, um futuro democrático", os líderes dos dois partidos declaram: "É simplesmente ridículo e estúpido, chegando mesmo a ser insultante, a proposta dos altínios. Vêm falar sobre segurança e liberades pessoais, quando nem o regime de McHitler era tão restritivo em comparação com o do seu Estado Cristão... Como se atrevem a propor alterações e perdas territoriais ao nosso território!? Ao território pelo qual os nosso antepassados lutaram arduamente! Luta onde milhares perderam a vida para nos libertar do jugo colonial europeu! Estes colonialistas de altínia deviam era ter vergonha na cara e voltar para o buraco de onde vieram, e que nunca mais voltem! Estamos aqui porque queremos uma Commonwealth democrática, não queremos uma Commonwealth humilhada! ESTAMOS AQUI POR UMA COMMONWEALTH LIVRE, POR UMA COMMONWEALTH SOBERANA E POR UMA COMMONWEALTH DEMOCRÁTICA! AVANTE! PARA A FRENTE É O CAMINHO!".


OOC: Havia mais liberdades pessoais no tempo da ditadura McHitler do que havia em Altínia durante o Estado Cristão.

OOC: Apenas durante o Estado Cristão...

OOC: Não te esqueças que a revolução ainda é recente... a imagem do teu país ainda não está completamente limpa.

OOC: Exatamente. Veja que agora pouco o governo capturou os rebeldes da Polaina, que os submeterá a um julgamento em breve. O Presidente de Governo de Altínia está sendo um tanto rígido, após ter sido chantageado pelos conservadores.
avatar
Altinia

Mensagens : 259

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Altinia em Seg Fev 04, 2013 9:21 pm

Diante das agressões dos Comunais, os militares Altínios resolveram utilizar-se de medidas para assustar a população local, dando tiros para o alto, sem querer acertar nenhum civil, uma vez que houveram recebido ordens para não agredir nenhum civil, ainda que fossem insultados, e apenas realizar algo mediante ordens emanadas pelo comando de Lapália, todavia, um militar altínio, impaciente diante da situação, se sentindo num verdadeiro inferno, começou a discursar no meio da multidão:

"Se quiserem me matar, me matem! Eu deixo que me matem, mas por favor, deixe-nos passar. Se nosso governo pensa em lesar contra a liberdade de vocês, eu num tenho culpa, eu fui enviado para cá, acreditando que eu ajudaria vosso povo, e até o momento em que eu embarquei naquele navio, eu acreditava nisso, até que quando cheguei em vossas terras, vi que eu fui enganado. A dor que eu sinto, é tão grande quanto a de vocês, sinto-me decepcionado em saber que meu país, que passou a dizer como democrático, continua tendo velhos hábitos, e acreditem, eu estou aqui não porque eu quero, mas porque o Presidente pediu, porque se meu país fosse de fato livre, eu jamais pegaria em armas, armas matam pessoas, mas não tenho escolha, então, homens e mulheres, podem me matar, eu prefiro que me matem, a eu matar qualquer um de vocês". - Soldado Rafael Gomes Helit (Sd. GAN. Helit).

Após o dito desesperado do solado, ele arrancou seu fardamento e começou a correr somente de cueca e uma camiseta branca que tinha por baixo, pelas ruas de Constantinopolis, girtando: PAZ! PAZ!
avatar
Altinia

Mensagens : 259

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Almada em Seg Fev 04, 2013 9:22 pm

ooc: Laughing
avatar
Almada
Admin

Mensagens : 751

Ver perfil do usuário http://nsportugal.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Commonwealth em Seg Fev 04, 2013 9:25 pm

Altinia escreveu:Diante das agressões dos Comunais, os militares Altínios resolveram utilizar-se de medidas para assustar a população local, dando tiros para o alto, sem querer acertar nenhum civil, uma vez que houveram recebido ordens para não agredir nenhum civil, ainda que fossem insultados, e apenas realizar algo mediante ordens emanadas pelo comando de Lapália, todavia, um militar altínio, impaciente diante da situação, se sentindo num verdadeiro inferno, começou a discursar no meio da multidão:

"Se quiserem me matar, me matem! Eu deixo que me matem, mas por favor, deixe-nos passar. Se nosso governo pensa em lesar contra a liberdade de vocês, eu num tenho culpa, eu fui enviado para cá, acreditando que eu ajudaria vosso povo, e até o momento em que eu embarquei naquele navio, eu acreditava nisso, até que quando cheguei em vossas terras, vi que eu fui enganado. A dor que eu sinto, é tão grande quanto a de vocês, sinto-me decepcionado em saber que meu país, que passou a dizer como democrático, continua tendo velhos hábitos, e acreditem, eu estou aqui não porque eu quero, mas porque o Presidente pediu, porque se meu país fosse de fato livre, eu jamais pegaria em armas, armas matam pessoas, mas não tenho escolha, então, homens e mulheres, podem me matar, eu prefiro que me matem, a eu matar qualquer um de vocês". - Soldado Rafael Gomes Helit (Sd. GAN. Helit).

Após o dito desesperado do solado, ele arrancou seu fardamento e começou a correr somente de cueca e uma camiseta branca que tinha por baixo, pelas ruas de Constantinopolis, girtando: PAZ! PAZ!

Alguns padres acabam por acolher o pobre homem e dão-lhe proteção.
avatar
Commonwealth

Mensagens : 911

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Lapália em Seg Fev 04, 2013 10:41 pm

Os lapálios protegem os soldados altínios, impedindo que sejam mais agredidos. A sugestão do Comando é ocuparem-se de questões administrativas, em zonas mais urbanas, ou patrulharem apenas zonas pouco habitadas e rurais. Apenas para "própria protecção" dos altínios, os lapálios não iam passar a vida a defender os outros soldados, havia mais que fazer...
avatar
Lapália

Mensagens : 645

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Galiza em Seg Fev 04, 2013 10:52 pm

Commonwealth escreveu:
Altinia escreveu:Diante das agressões dos Comunais, os militares Altínios resolveram utilizar-se de medidas para assustar a população local, dando tiros para o alto, sem querer acertar nenhum civil, uma vez que houveram recebido ordens para não agredir nenhum civil, ainda que fossem insultados, e apenas realizar algo mediante ordens emanadas pelo comando de Lapália, todavia, um militar altínio, impaciente diante da situação, se sentindo num verdadeiro inferno, começou a discursar no meio da multidão:

"Se quiserem me matar, me matem! Eu deixo que me matem, mas por favor, deixe-nos passar. Se nosso governo pensa em lesar contra a liberdade de vocês, eu num tenho culpa, eu fui enviado para cá, acreditando que eu ajudaria vosso povo, e até o momento em que eu embarquei naquele navio, eu acreditava nisso, até que quando cheguei em vossas terras, vi que eu fui enganado. A dor que eu sinto, é tão grande quanto a de vocês, sinto-me decepcionado em saber que meu país, que passou a dizer como democrático, continua tendo velhos hábitos, e acreditem, eu estou aqui não porque eu quero, mas porque o Presidente pediu, porque se meu país fosse de fato livre, eu jamais pegaria em armas, armas matam pessoas, mas não tenho escolha, então, homens e mulheres, podem me matar, eu prefiro que me matem, a eu matar qualquer um de vocês". - Soldado Rafael Gomes Helit (Sd. GAN. Helit).

Após o dito desesperado do solado, ele arrancou seu fardamento e começou a correr somente de cueca e uma camiseta branca que tinha por baixo, pelas ruas de Constantinopolis, girtando: PAZ! PAZ!

Alguns padres acabam por acolher o pobre homem e dão-lhe proteção.
Conservem este homem: pode dar uma boa personagem no RP futuro clown .
avatar
Galiza

Mensagens : 623

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=galiza_rp

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Altinia em Seg Fev 04, 2013 11:22 pm

Lapália escreveu:
Os lapálios protegem os soldados altínios, impedindo que sejam mais agredidos. A sugestão do Comando é ocuparem-se de questões administrativas, em zonas mais urbanas, ou patrulharem apenas zonas pouco habitadas e rurais. Apenas para "própria protecção" dos altínios, os lapálios não iam passar a vida a defender os outros soldados, havia mais que fazer...

Os soldados de Altínia acataram o pedido e o governo verificou a possibilidade de retornar parte do contingente, que talvez será excessivo para as funções para as quais foram designados.
avatar
Altinia

Mensagens : 259

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: E quando o Sol se põe no império...

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum