Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Commonwealth em Seg Fev 11, 2013 6:29 pm

Como temos um colega galego aqui em fórum lembrei-me de colocar esta questão: preferiam que a Galiza fosse portuguesa ou espanhola?
avatar
Commonwealth

Mensagens : 911

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Sarvoya em Seg Fev 11, 2013 6:34 pm

Commonwealth escreveu:Como temos um colega galego aqui em fórum lembrei-me de colocar esta questão: preferiam que a Galiza fosse portuguesa ou espanhola?

A real? Nenhuma. O idioma não é português, tampouco espanhol.
avatar
Sarvoya

Mensagens : 857

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/gustavopfurla

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Almada em Seg Fev 11, 2013 6:43 pm

Isso é uma pergunta que só pode ser colocada ao povo da Galiza.
avatar
Almada
Admin

Mensagens : 751

Ver perfil do usuário http://nsportugal.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Sarvoya em Seg Fev 11, 2013 6:47 pm

Aproveitando o gancho, a Escócia vai passar mesmo por aquele referendo?

Ali em cima, citei o idioma por ser o que acredito que causa esse desconforto.
avatar
Sarvoya

Mensagens : 857

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/gustavopfurla

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Almada em Seg Fev 11, 2013 8:07 pm

Sarvoya escreveu:Aproveitando o gancho, a Escócia vai passar mesmo por aquele referendo?

Uma sondagem do instituto Angus Reid Public Opinion, realizada a 30 de Janeiro e 1 de Fevereiro, indica que 32% dos escoceses votariam nesta altura pela secessão. Posição contrária foi manifestada por 47%, que se declararam favoráveis à manutenção no Reino Unido.

http://www.publico.pt/mundo/noticia/londres-comecou-operacao-de-charme-para-manter-escocia-no-reino-unido-1584157
avatar
Almada
Admin

Mensagens : 751

Ver perfil do usuário http://nsportugal.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Lapália em Seg Fev 11, 2013 8:13 pm

Era bom que o da Catalunha também fosse em frente.
avatar
Lapália

Mensagens : 645

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Galiza em Seg Fev 11, 2013 9:39 pm

Isso é o que eu estou a aguardar (o da Catalunha), mas Espanha não é o Reino Unido. Em Espanha aínda havia tribunais inquisitoriais e monarquia absoluta "pela graça de Deus" enquanto os monarcas britânicos tinham que governar com o acordo do Parlamento, e nos EUA já elegiam o seu Chefe de Estado.

O discurso oficial em Espanha (o dos principais partidos, instituições, mídia mainstream) é que a liberdade e a democracia foram inventadas em Espanha a finais dos anos 70, e que Espanha é a nação mais livre, democrática, moderna, tolerante, avançada e progressista desta Galáxia, com a constituição máis perfeita imaginável pela inteligência humana. Mas com a actual crise econômica e política esse discurso de "estamos o melhor dos mundos possíveis" está a cair: a Transição Democrática do franquismo ao sistema actual e a Constituição do 78, que durante décadas foram consideradas um mito e quase um dogma religioso, a suprema perfeição, o exemplo e modelo para todo o mundo, já são um mito morto. Já se está a descubrir que a Transição foi apenas um pacto entre as elites da ditadura e as elites opositoras, para compartilhar o poder em troca de manter as estruturas sociopolíticas profundas do franquismo (o poder da Igreja, os privilégios das classes altas da ditadura, o controlo do poder judicial pelos sectores mais reaccionários, a absoluta impunidade dos crimes da ditadura...)

Durante muitos anos apenas os "outsiders" da política (minúsculos grupos anarquistas e pessoal do género) denunciaram isso, mas ninguém os escutou. Mas agora a maquilhagem do regime da Transição está a cair e toda a corrupção profunda do sistema e o verdadeiro rosto da "democracia limitada" na que vivimos está a quedar à vista: um sistema eleitoral péssimo e desenhado para favorecer e manter no poder, alternándo-se, aos dois grandes partidos; umas medidas de democracia direta que apenas existem sobre o papel, mas que nunca se puderam utilizar; um controle sobre as responsabilidades dos políticos inexistente; umas ligações insanas entre política e grandes empresas; uns meios de manipulação que não merecem outro nome... Cá sempre se dizia "a Transição Espanhola é o modelo perfeito para todos os paises que querem passar da ditadura a democracia, em paz e concórdia..." mas, quantos países seguiram esse modelo espanhol? NENHUM. Todas as antigas repúblicas da órbita soviética, todas as antigas ditaduras latinoamericanas, até a Sudáfrica do Apartheid, chegaram à democracia sem pactos com os regimes anteriores, fazendo justiça e fazendo limpeza.

Qué quero dizer com isto? Que o processo de autodeterminação de Catalunha vai ser a proba definitiva do "teatro de democracia" que tem sido Espanha: ainda que uma esmagadora maioria dos catalães apoie a independência, o estado espanhol nunca o aceitará nem o vai permitir (não a independência, mas simplesmente que se faça um referendo!), e antes ou depois tomará medidas represivas que deixem à vista o régime no que estamos realmente. Falando com amigos disto, eu já lhes tenho dito que Espanha (Espanha sem contar Catalunha, e no sentido amplo de governo, partidos, mídia e opinião pública) semelha teimar em repetir o papel de Sérbia na disgregação da Yugoslávia: olhem cómo é que aquilo acabou, quém saiu ganhando (Eslovénia está na UE, Croácia entra este ano) e quém saiu perdendo (Sérbia tem sido durante décadas um apestado internacional).

A minha opinião sobre a separação de Catalunha? A minha postura (e nisto sou um perigoso dissidente) é "qual é o problema?". Acho que devo ser o único do meu arredor que não considera que uma separação Catalunha-Espanha seja má per se. Nas condições nas que está plantejada eu apenas vejo vantagens: Catalunha seria outro estado da União Européia, como é hoje Portugal, e seguiria havendo liberdade de circulação, de comércio, de trabalho, e o marco comúm que oferece a UE de legislação, protecção aos consumidores, ao ambiente, mercado comúm, moeda única, cidadania europeia... Eu pergunto aos meus colegas: "vocês têm qualquer problema com Portugal? Então, se Catalunha fosse como Portugal, qual seria o problema?" Aliás, se todas as nacionalidades periféricas espanholas (Catalunha, Galiza e Euskadi, e se calhar as Canárias) fossemos estados soberanos da UE, os espanholistas mais centralistas e uniformistas poderiam ter a Espanha única, indivisível e uniforme com a que sempre sonharam, sem mais linguas que o espanhol, sem "culturas regionais" nem partidos "separatistas", com uma cultura uniforme de touradas e flamenco... além disso, comparativamente o peso de 5 estados ibéricos no lugar de 2 (ou 4 estados espanhois no lugar de 1) seria maior nas instituições européias e poderiamos fazer um "lobby" regional importante como o que hoje podem fazer os países do Leste ou os escandinavos (e os nossos interesses seriam convergentes, pois as ligações culturais e econômicas entre nós se manteriam). Aliás, seria o jeito de que Espanha ganhasse o festival de Eurovissão!

Infelizmente, os anti-secessionistas espanhois apenas aceitam e empregam argumentos emocionais, de orgulho patriótico ferido e resentimento quase racista, e são impermeáveis aos argumentos racionais como estes: quando se fala de separação de Catalunha eles apenas imaginam uma segregação estilo Império Austro-húngaro, com novas alfándegas, novos exércitos, barreiras, perseguições étnicas, privação de direitos como cidadãos... e não querem saber qual é o verdadeiro projecto da "independência em Europa", que é o que realmente pedem em Catalunha e em Escócia. Eu sempre ponho o exemplo da Checoslováquia e a sua separação amistosa: agora os dois estados estão na UE, e estão muito melhor separados do que juntos. Mas sou pessimista quanto à possibilidade de convencer os "espanholistas".

Quanto à Galiza, eu também gostaria de que se convertesse num estado soberano da UE, mas 40 anos de educação franquista e mais aínda de emigração e atraso econômico provocado por umas políticas suicidas deixaram o orgulho nacional galego quase morto: a maior parte dos galegos pensam que a Galiza é um "país pobre" por natureza, e que apenas sobrevive pela generosidade de Madrid, que nos dá subsídios e ajudas... quando realmente somos mais ricos em recursos e capacidades do que muitas nações com asento na ONU, e essas "ajudas" são ou dinheiro da EU, ou dinheiro nosso que semelha "de Espanha" graças ao sofisticado sistema de contabilidade regional espanhol.

Infelizmente os soberanistas somos uma minoría... aínda. Acho que este sentimento está a crescer pelas causas das que falei antes (o "desengano de Espanha" provocado pela crise actual), e eu próprio sou a proba: faz mal 5, 7 ou 10 anos (ou quase por dizer, quando comecei nisto do RP e no NationStates), eu acreditava na perfeita democracia espanhola, tinha um perfil relativamente "conformista" e o que opino agora deste assunto pareceria-me uma barbaridade e uma loucura. Antes não era independentista (embora sempre fui federalista - agora também sou federalista... mas europeu: um simples cámbio de escala), e ainda agora tenho um "perfil" que não corresponde em nada ao "independentista clássico" (o típico radical de extrema esquerda com pano palestino que fuma haxixe - eu não tenho nada a ver com esse tipo de malta). Mas nestes anos, observando a realidade, informándo-me, lendo e estudando (não sei se lhes disse que levo mais de um ano a estudar Ciências Políticas a distância) mudei de opinião, e mudei de caraças (dizem que as pessoas, com os anos e a idade, tendem a se fazer mais conservadoras - eu sou assim tão exquisito que, ao passarem os anos, sou cada vez mais radical, mais esquerdista, mais libertário, mais ateu, mais soberanista... What a Face o meu "eu" da universidade havia ter medo do "eu" de hoje Twisted Evil )

Em fim... o que eu opino é que a Galiza é uma nação com todo a ireito à autodeterminação (com uma grande ligação cultural, social, histórica... com Portugal e Espanha, mas nação de qualquer jeito), que devia ser um dos estados da grande Federação Européia (pensada como uma coisa muito diferente do actual IV Reich Alemão no que a Merkel e os "talibãs da austeridade" converteram a UE). Tenho a convicção de que chegarei a ver, no meu tempo de vida, a República Catalana e a República Basca (pois lá os sentimentos nacionalistas são maioritários), mas a pena que tenho é que duvido muito que chegue a ver a República Galega. Mas espero que os meus filhos (ou sobrinhos) a vejam.

De facto, por isso é que faço o RP que estou a fazer.
avatar
Galiza

Mensagens : 623

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=galiza_rp

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Sarvoya em Seg Fev 11, 2013 10:40 pm

Lindo discurso. E acho extremamente diferente os separatismos na Europa dos separatismos no Brasil, sou paulista mas cá não vejo sentido da República Rio-grandense, República Paulista, República Juliana e demais movimentos. Por que ficaríamos satisfeitos com esses mini-brasis super ricos se a cultura política continuaria a mesma? Tá, certos estados são mais desenvolvidos que outros, mas de onde eles "chupam" a matéria-prima e recursos humanos? Além disso, motivos históricos não cabem aqui como argumento.

Sou muito leigo no assunto, mas eis minha opinião.
avatar
Sarvoya

Mensagens : 857

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/gustavopfurla

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Polesânia em Seg Fev 11, 2013 11:46 pm

No caso brasileiro acho que o problema é muito mais político-administrativo do que cultural.

O nordeste é pobre? Não. O problema do nordeste é exatamente outro. O tanto de recursos que o governo federal "diz enviar" para o Nordeste, já era para ter transformado aquela região por completo, mas nossa maquina política é muito corrupta e, assim como na África, fazem uso da pobreza, para engordar seus bolsos, desviando verbas que eram para ajudar a população, criando uma máquina publica totalmente favorável a isto.

O grande problema nessa história toda, é que o norte e nordeste, neste imenso abismo econômico e social que vivem, em relação ao resto do país, acaba fomentando diferenças de mentalidade, ainda que as diferenças culturais já existam, o que faz promover um abismo interno no Brasil.

Estudando estes casos de separatismos pelo mundo afora, eu pude concluir que o caso brasileiro mais se assemelha com o Italiano, muito embora as diferenças culturais por lá sejam maiores, este empasse separatista por lá, foi fomentado pelos mesmos motivos que tem ganhado força aqui: Politicagem do sul da Itália é muito corrupta, desigualdades sócio-econômicas entre o norte o sul são intensas, o resultado não poderia ser outro, criar hostilidades entre o povo do norte com o sul... lá se discute em separar o norte da Itália e criar a Padânia, que seria na prática, separar a parte rica da Itália, do restante, e levar o governo do norte para Milão (sonho do Umberto Bossi).

No caso brasileiro vejo como algo parecido. Se o sul se separasse teria corrupção? Obvio que sim, os políticos do sul e sudeste não são melhores que os do norte e nordeste, nossa tradição infelizmente é de políticos corruptos. Como o Sarvoya disse, seria separar a 'nata rica' do restante pobre, mas sem mudar nada politicamente. Ainda vou mais além no caso brasileiro, é que haveria divisão da divisão, pois iam começar estranhamentos entre regiões ricas e pobres...

Acho que no caso brasileiro, o mais adequado seria manter a união, mas adotar um sistema que reduzisse as competências do poder federal e ao mesmo tempo reduzisse as diferenças entre os entes federativos. Penso que no caso brasileiro, talvez criar regiões com 1, 2, 3, 4, 5 ou mais estados, mas que tivessem populações e economias parecidas, para ficarem em um patamar de igualdade e conceder a estas regiões, autonomia política, como se fossem mini-países dentro de um só país, seria o mais adequado, porque a situação no Brasil é muito delicada, afinal, o ritmo de vida do ribeirinho, na Amazônia, como ele faz para se locomover e etc, evidentemente que não é o mesmo do paulistano.

Acho que a situação ainda fica mais complicada, quando vemos que temos estados que não tem condições de se gerir, são muito dependentes da união, enquanto outros são praticamente autossuficientes - caso do Estado de São Paulo. Nesta minha ideia de divisão regional, poderia ser feito algo tipo, tomar como padrão, São Paulo, e então procurariam-se traçar regiões que conseguissem aglomerar estados de culturas parecidas e fossem vizinhos, e juntos dessem uma soma populacional e econômica, semelhante a de São Paulo.

Na prática, as coisas caminham para isso: o DDD de São Paulo, são iniciados com 1. É um dos poucos estados que não compartilham o mesmo código de DDD com outros Estados (somente São Paulo e Rio Grande do Sul possuem este privilégio). Algo parecido pode ocorrer caso seja criado o Tribunal Regional Federal 6ª Região. Se isso ocorrer, São Paulo e Rio Grande do Sul terão uma justiça federal exclusiva para eles. Além disso, São Paulo é o único estado com dois Tribunais Regionais do Trabalho. Ou seja, é como se São Paulo valesse por pelo ao menos, uns 3 estados juntos, em razão de sua pujança econômica e sua grande população, o que faz aumentar o abismo com o resto do país.

Mas pelo sistema de regiões com autonomia, este problema seria suprido, pois algumas competências da união e atualmente dos estados, seriam passadas para as Regiões. Com o tempo, o povo passaria a ter apego com suas regiões, esquecendo dos Estados, ou seja, regiões fortes, bem desenvolvidas, num Brasil só. Minha ideia de divisão por regiões seria a seguinte:

Região de Piratininga: São Paulo e Norte do Paraná - Capital: São Paulo
Região do Iguaçu: Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná (exceto norte) - Capital: Porto Alegre
Região do Araguaia: Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia - Capital: Cuiabá
Região da Amazônia: Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins - Capital: Belém
Região do Araripe: Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas - Capital: Fortaleza
Região Central do Brasil: Goiás, Distrito Federal, Bahia, Sergipe, Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro - Capital: Brasília

As regiões assim dividiriam os Estados de acordo com suas características culturais, econômicas, políticas e históricas, agrupando-os conforme sua semelhança. No caso da Região de Piratininga, entregar o Norte do Paraná a região é fundamental, uma vez que toda sua colonização foi empreendida por paulistas e a região, além de próxima, ainda mantém laços com os paulistas, inclusive, são torcedores dos clubes de futebol paulistas e etc. Essa região poderia ser chamada de Estado do Ivaí, e anexada a Região de Piratininga. A Região Central do Brasil, levaria esse nome, pois além de estar no centro, é nesta região onde encontra o centro da colonização brasileira e o centro de toda sua história durante o período colonial, que se passou majoritariamente no eixo Salvador-Rio.

Acho que com esse sistema, que concedesse autonomia as regiões, iria por um ponto final a qualquer discussão separatista no Brasil e de certa maneira, agradaria todos...
avatar
Polesânia

Mensagens : 53

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Polesânia em Seg Fev 11, 2013 11:58 pm

A questão do Mato Grosso do Sul, Pará, Maranhão, Amapá e Tocantins todavia é muito delicada.
Eu arranjei as regiões de um jeito que desse competitividade, maiores oportunidades de acesso ao mar e etc, todavia talvez houvesse que remodelar essas regiões.

Pará e Maranhão são rivais históricos, mas possuem muita coisa em comum e eles tem em Tocantins um denominador comum. Desde a criação do Tocantins, o sudoeste do Pará e o sul do Maranhão tem sido bem influenciado pelo novo Estado 'aproximando-os' de forma meio compulsória. Acontece que o Leste do Pará é totalmente ligado a Amazônia, o que complica as coisas, e o acesso ao mar para a Amazônia é algo importante. Talvez seria interessante incluir o Maranhão na região da Amazônia, por esta questão, muito embora, ele também possua ligações com o nordeste, já tomei conhecimento que querem tirá-lo do nordeste, como na proposta que apresento a vocês abaixo, elaborada pelo geógrafo José Donizete Cazzolato, formado pela USP em 1979.


Regiões propostas por Cazzolato

A proposta do Cazzolato parece ser bastante coerente, todavia, um fato que é sábido por todos, a região norte iria virar a "Sarneylândia", uma vez que Sarney já exerce influência política direta sobre o Amapá e Maranhão, e sempre tenta com Tocantins e Pará... Mas a proximidade cultural e econômica entre estes estados é bem marcante. Enquanto a região Noroeste, apesar de suas dificuldades geográficas, teria grandes trunfos em relação a norte, afinal, são estados pouco populosos, mas com taxa de alfabetização maiores que as do Pará e Maranhão. Na região norte proposta, somente Amapá teria taxas melhores.

A questão do Mato Grosso do Sul é delicada, pois, ainda que existam proximidades culturais entre o MT e o MS, um vê o outro como "colonizador", o que faz com que ele busque se aproximar de São Paulo e Paraná. Talvez seria o caso de juntá-lo com São Paulo ou com o Sul, todavia, o povo destas duas regiões, os veem como Mato Grosso, por isso deixei ambos na mesma região, restaurando o Mato Grosso histórico.
avatar
Polesânia

Mensagens : 53

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Rokolev em Ter Fev 12, 2013 12:16 am

Oxalá que a Galiza não seja nem Espanhola nem Portuguesa, mas sim Galega, caso essa seja a vontade do seu povo. Gostava muito que o povo Galego tivesse a oportunidade de expressar a sua opinião, tal como o desejaria aos Catalães e Bascos.

Não nego, no entanto, que enquanto pessoa com raízes no Minho e no Douro Litoral sinto uma ligação especial à Galiza que não pode ser comparada com qualquer outro país, e que gostava muitíssimo que esta ligação histórica, cultural e mesmo étnica, seja privilegiada e desenvolvida com vista a uma reaproximação dos dois países.
avatar
Rokolev

Mensagens : 347

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=gothorum

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Sarvoya em Ter Fev 12, 2013 12:52 am

É normal dizer Oxalá por aí? Shocked

E o Brasil por ter essa "notável" extensão territorial Razz poderia ser regionalizado de MUITAS formas. Mas concordo que o poder deveria se descentralizar mais, até para que as regiões muito dependentes de verba federal pudessem buscar outras alternativas.
avatar
Sarvoya

Mensagens : 857

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/gustavopfurla

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Rokolev em Ter Fev 12, 2013 1:10 am

Sarvoya escreveu:É normal dizer Oxalá por aí? Shocked

Mais ou menos, eu não costumo usar muito, sinceramente, mas calhou por acaso.
avatar
Rokolev

Mensagens : 347

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=gothorum

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Commonwealth em Ter Fev 12, 2013 8:32 am

Rokolev escreveu:
Sarvoya escreveu:É normal dizer Oxalá por aí? Shocked

Mais ou menos, eu não costumo usar muito, sinceramente, mas calhou por acaso.

Creio que se usa mais aqui no Norte, e principalmente pelos mais velhos. Segundo aprendi, deriva de "inch Allah" e significa Deus/Alá o queira. Sim eu decorei isso, não sei bem porquê nem como mas decorei.
avatar
Commonwealth

Mensagens : 911

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Galiza em Ter Fev 12, 2013 8:51 am

Em espanhol é "ojalá" e é muito habitual, é a expressão mais normal para expresar desejos. Em galego também é muito habitual, e até é mais usada com a forma "ogallá" (pronuncia-se "ogalhá").

Há um jogo de palabras em espanhol muito engraçado com "ojalá". Em espanhol um "hojalatero" (com "h") é um que trabalha com as folhas de lata (hojalata = folha-de-lata), para facer utensílios de cozinha ou trabalho, ou brinquedos de lata. Com isto existe a palavra "ojalatero" (sem "h", mas com uma pronunciação exactamente igual), que vem de "ojalá", e que se refere a aquela pessoa dum partido ou movimento político (ou religioso, ou desportivo...) que não faz nada nem contribui nada, mas o único que faz é desejar "que ganhem os meus", isto é, dizer "ojalá" Very Happy . Acho que a coisa vem da época dos carlistas, que chamavam "ojalateros" aos que apoiavam a sua causa, mas nem se uniam às guerrilhas carlistas, nem contribuiam com dinheiro, nem davam mais do que um "apoio moral". Espanha está cheia de "ojalateros" em todos os campos.
avatar
Galiza

Mensagens : 623

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=galiza_rp

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Commonwealth em Ter Fev 12, 2013 8:53 am

Galiza escreveu:Em espanhol é "ojalá" e é muito habitual, é a expressão mais normal para expresar desejos. Em galego também é muito habitual, e até é mais usada com a forma "ogallá" (pronuncia-se "ogalhá").

Há um jogo de palabras em espanhol muito engraçado com "ojalá". Em espanhol um "hojalatero" (com "h") é um que trabalha com as folhas de lata (hojalata = folha-de-lata), para facer utensílios de cozinha ou trabalho, ou brinquedos de lata. Com isto existe a palavra "ojalatero" (sem "h", mas com uma pronunciação exactamente igual), que vem de "ojalá", e que se refere a aquela pessoa dum partido ou movimento político (ou religioso, ou desportivo...) que não faz nada nem contribui nada, mas o único que faz é desejar "que ganhem os meus", isto é, dizer "ojalá" Very Happy . Acho que a coisa vem da época dos carlistas, que chamavam "ojalateros" aos que apoiavam a sua causa, mas nem se uniam às guerrilhas carlistas, nem contribuiam com dinheiro, nem davam mais do que um "apoio moral". Espanha está cheia de "ojalateros" em todos os campos.

OOC: Estou a ver então que é um problema crónico, que afinal não é só dos tempos da democracia.
avatar
Commonwealth

Mensagens : 911

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Sarvoya em Ter Fev 12, 2013 9:03 pm

Observação interessante "inch Allah", é a influência dos árabes na Ibéria.

Oxalá é um orixá aqui também.
avatar
Sarvoya

Mensagens : 857

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/gustavopfurla

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Rokolev em Ter Fev 12, 2013 9:23 pm

Sarvoya escreveu:Observação interessante "inch Allah", é a influência dos árabes na Ibéria.

Não eram árabes, eram berberes liderados por árabes. É das poucas expressões da invasão que sobraram.
avatar
Rokolev

Mensagens : 347

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=gothorum

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  São Paulo em Qua Fev 13, 2013 4:04 am

Penso exatamente a mesma coisa que o "Rokolev". Que a Galiza não seja nem Espanhola, nem Portuguesa, mas sim como os galegos a queiram. Acredito ferrenhamente no direito da autodeterminação dos povos.

Agora sobre o Brasil. O nome dessa "autonomização" se chama "Federalismo", é o que nosso país deveria ser teoricamente, mas nos últimos 10/11 anos, com a Administração Petista, uma de suas características tem sido tirar algumas coisas que eram funções dos estados para a União. Exemplo é a tentativa de tirar a autonomia estaduais das Polícias Militares (Forças de Segurança Pública Estaduais) para a criação de uma Força Nacional de Segurança. (O que não deu certo).

P.S: O Separatismo mesmo no sul não tem essa força, o preconceito contra nordestinos e nortistas tem sim, desde o Rio Grande do Sul até São Paulo.
avatar
São Paulo

Mensagens : 466

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Commonwealth em Qua Fev 13, 2013 9:31 am

São Paulo escreveu:Penso exatamente a mesma coisa que o "Rokolev". Que a Galiza não seja nem Espanhola, nem Portuguesa, mas sim como os galegos a queiram. Acredito ferrenhamente no direito da autodeterminação dos povos.

Agora sobre o Brasil. O nome dessa "autonomização" se chama "Federalismo", é o que nosso país deveria ser teoricamente, mas nos últimos 10/11 anos, com a Administração Petista, uma de suas características tem sido tirar algumas coisas que eram funções dos estados para a União. Exemplo é a tentativa de tirar a autonomia estaduais das Polícias Militares (Forças de Segurança Pública Estaduais) para a criação de uma Força Nacional de Segurança. (O que não deu certo).

P.S: O Separatismo mesmo no sul não tem essa força, o preconceito contra nordestinos e nortistas tem sim, desde o Rio Grande do Sul até São Paulo.

É impressão minha ou os brasileiros tentaram imitar os USA mas a coisa deu merda? Porque, sinceramente, é isso que me parece... parece-me que o Brasil é uma tentativa de imitar os USA falhada. Assim como Portugal é uma tentativa falhada de imitar um país socialista e ao mesmo tempo prospero Razz
avatar
Commonwealth

Mensagens : 911

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Galiza em Qua Fev 13, 2013 11:38 am

Eu tenho ouvido que todos os federalismos americanos estão inspirados no dos EUA, junto com os sistemas republicanos de tipo presidencialista. Máis próprios da Europa são outro modelo de federalismo, o alemão (que vem do II Reich de Bismarck - o modelo suízo está baseado no americano, embora pareça estranho), e o modelo de república parlamentarista ou semipresidencialista, que são uma "republicanização" dos sistemas parlamentaristas das monarquías.
avatar
Galiza

Mensagens : 623

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=galiza_rp

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  São Paulo em Qua Fev 13, 2013 5:51 pm

Commonwealth escreveu:É impressão minha ou os brasileiros tentaram imitar os USA mas a coisa deu merda? Porque, sinceramente, é isso que me parece... parece-me que o Brasil é uma tentativa de imitar os USA falhada. Assim como Portugal é uma tentativa falhada de imitar um país socialista e ao mesmo tempo prospero Razz

O Brasil era federalista igual aos Estados Unidos até a Revolução de 1930, que colocou no poder o Getúlio Vargas, nosso Salazar. Só que depois do Getúlio, destruindo a autonomia dos estados e posteriormente em 1964 com o Golpe dos Militares, o federalismo Brasileiro está mais para unitário do que para federal propriamente dito. Inclusive, o nome do Brasil até 1964 era "Estados Unidos do Brasil", ai os militares mudaram para "República Federativa do Brasil" e ficou do jeito que está. Ai em 1988 fizemos uma Constituição verdadeiramente democrática, só que perfeita para um governo parlamentarista, ai em 1991 fizemos um plebiscito que decidiu que fôssemos uma republica presidencialista, agora estamos tentando desde então fazer uma reforma política, mas os coronéis políticos do Norte-Nordeste e os Fazendeiros do Centro-Oeste Brasileiro não permitem. Então continua essa guerrinha social entre Paulistas e Sulistas contra Nortistas e Nordestinos.

O Nosso Movimento Republicano, em sua larga maioria era composta por latifundiários escravocratas enquanto a monarquia era sustentada pelos liberais. Engraçado né?

Galiza escreveu:Eu tenho ouvido que todos os federalismos americanos estão inspirados no dos EUA, junto com os sistemas republicanos de tipo presidencialista. Máis próprios da Europa são outro modelo de federalismo, o alemão (que vem do II Reich de Bismarck - o modelo suízo está baseado no americano, embora pareça estranho), e o modelo de república parlamentarista ou semipresidencialista, que são uma "republicanização" dos sistemas parlamentaristas das monarquías.

Meu partido, o PSDB, tem defendido a reforma do Pacto Federativo Brasileiro para um modelo híbrido, adaptando o federalismo alemão (inclusive seu voto distrital) à realidade brasileira. Agora temos uma coisa, o mais republicano de nossos chefes de estado, foi o último imperador, D. Pedro II.


Última edição por São Paulo em Qua Fev 13, 2013 5:54 pm, editado 1 vez(es)
avatar
São Paulo

Mensagens : 466

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Commonwealth em Qua Fev 13, 2013 5:53 pm

São Paulo escreveu:
Commonwealth escreveu:É impressão minha ou os brasileiros tentaram imitar os USA mas a coisa deu merda? Porque, sinceramente, é isso que me parece... parece-me que o Brasil é uma tentativa de imitar os USA falhada. Assim como Portugal é uma tentativa falhada de imitar um país socialista e ao mesmo tempo prospero Razz

O Brasil era federalista igual aos Estados Unidos até a Revolução de 1930, que colocou no poder o Getúlio Vargas, nosso Salazar. Só que depois do Getúlio, destruindo a autonomia dos estados e posteriormente em 1964 com o Golpe dos Militares, o federalismo Brasileiro está mais para unitário do que para federal propriamente dito. Inclusive, o nome do Brasil até 1964 era "Estados Unidos do Brasil", ai os militares mudaram para "República Federativa do Brasil" e ficou do jeito que está. Ai em 1988 fizemos uma Constituição verdadeiramente democrática, só que perfeita para um governo parlamentarista, ai em 1991 fizemos um plebiscito que decidiu que fôssemos uma republica presidencialista, agora estamos tentando desde então fazer uma reforma política, mas os coronéis políticos do Norte-Nordeste e os Fazendeiros do Centro-Oeste Brasileiro não permitem. Então continua essa guerrinha social entre Paulistas e Sulistas contra Nortistas e Nordestinos.

Pois, eu sabia disso dos Estados Unidos do Brasil (eu sou meio vidrado em história...). Mas não sei se um governo semelhante ao dos Estados Unidos seria a melhor solução, para cada povo um sistema de governo... não pode dar o mesmo pra todos...
avatar
Commonwealth

Mensagens : 911

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  São Paulo em Qua Fev 13, 2013 5:57 pm

Commonwealth escreveu:Pois, eu sabia disso dos Estados Unidos do Brasil (eu sou meio vidrado em história...). Mas não sei se um governo semelhante ao dos Estados Unidos seria a melhor solução, para cada povo um sistema de governo... não pode dar o mesmo pra todos...

O Governo acredito que um parlamentarismo alemão adaptado a dimensão continental brasileira, seria o ideal. Não se esqueça que a república brasileira foi idealizada por latifundiários escravocratas que não queriam perder o poder! Eu costumo defender, nas reuniões do Conselho Político do meu partido, que as Capitanias Hereditárias continuam em vigor no Brasil, apenas mudou-se os nomes e o conceito familiar para partidos e parece que o Brasileiro gosta disso, de continuidade do mesmo grupo - bom ou ruim - no poder.
avatar
São Paulo

Mensagens : 466

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Commonwealth em Qua Fev 13, 2013 6:11 pm

São Paulo escreveu:
Commonwealth escreveu:Pois, eu sabia disso dos Estados Unidos do Brasil (eu sou meio vidrado em história...). Mas não sei se um governo semelhante ao dos Estados Unidos seria a melhor solução, para cada povo um sistema de governo... não pode dar o mesmo pra todos...

O Governo acredito que um parlamentarismo alemão adaptado a dimensão continental brasileira, seria o ideal. Não se esqueça que a república brasileira foi idealizada por latifundiários escravocratas que não queriam perder o poder! Eu costumo defender, nas reuniões do Conselho Político do meu partido, que as Capitanias Hereditárias continuam em vigor no Brasil, apenas mudou-se os nomes e o conceito familiar para partidos e parece que o Brasileiro gosta disso, de continuidade do mesmo grupo - bom ou ruim - no poder.

Infelizmente creio que esse problema é em todos os países onde os portugueses e espanhóis meteram os pés... é um problema "ibérico".

Em relação ao governo creio que estamos de acordo, do meu ponto de vista o sistema alemão era o melhor para Portugal, para o Brasil não sei dizer, não vivo aí nem nunca convivi de perto com essa realidade... a imagem que tenho do Brasil é bastante crime, Dilma, Carnaval, e praias cheias no Rio de Janeiro Razz
avatar
Commonwealth

Mensagens : 911

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galiza: Portuguesa ou Espanhola?

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum