III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Sarvoya em Dom Jun 30, 2013 7:28 pm

A III Cúpula do MERCI acontece em um cenário de divergências entre os Países Membros. Por motivos de segurança a reunião acontecerá em Curdia, Curdistão. Um desconforto provocado pelo Rei D. Afonso VII, deposto durante a Guerra Portuguesa e exilado em Krebesh, e a Guerra Civil Espanhola atualmente em andamento, foram motivos para que Países Membros pedissem a convocação do encontro.

São aguardados na reunião representantes de Sarvoya, Portugal, Lapália, Nova Salvador e Suécia (não sei onde Krebesh e Alentejo estão localizados, eles não estão no mapa).
avatar
Sarvoya

Mensagens : 857

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/gustavopfurla

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Krebesh em Dom Jun 30, 2013 7:39 pm

Ooc: Krebesh ocupa a regiao atual dos estados unidos da polesânia!
avatar
Krebesh

Mensagens : 109

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=krebesh

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Sarvoya em Dom Jun 30, 2013 7:47 pm

Krebesh escreveu:Ooc: Krebesh ocupa a regiao atual dos estados unidos da polesânia!

ooc: Então em teoria faz parte do MERCI. Pode participar da reunião.
avatar
Sarvoya

Mensagens : 857

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/gustavopfurla

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Portugal em Dom Jun 30, 2013 9:52 pm

O delegado português chega ao local. Carro de fabrico nacional, muito sóbrio, uns seguranças de fato e o seu secretário pessoal. Poucas palavras, comprimentou toda a gente sem nunca tirar os óculos de sol.

_________________
avatar
Portugal

Mensagens : 505

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=portusgaal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Sarvoya em Dom Jun 30, 2013 10:50 pm

Jéssica Darko, filha do Primeiro Ministro Gustavo Darko e atualmente Comandante da Divisão Oriental da SSS, fica encarregada de representar a Confederação no encontro. Ela chega a Cúpula com o carro oficial do Emir Rafael Necro. Outra vez exibindo um visual diferente.
avatar
Sarvoya

Mensagens : 857

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/gustavopfurla

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Krebesh em Dom Jun 30, 2013 11:35 pm

Em uma Escolta fortemente armada aglomerada ao Comboio Oficial do Reino Unido de Krebesh reluzia a Limousine da Familia Real Krebeshiana que ao mesmo ver estacionava-se e dela saía Sua Majestade Fidelíssima el Rey D. Afonso VII juntamente a seus assessores( Delegados ).. Ninguém esperava que o Monarca saísse tão cedo da Capital Krebeshiana.
Sempre Vestido adequadamente, D. Afonso VII acenava ao sair do Veiculo Oficial e rapidamente acessava o Local.
avatar
Krebesh

Mensagens : 109

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=krebesh

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Sarvoya em Seg Jul 01, 2013 6:54 pm

Jéssica Darko sabia de seu papel como moderadora da reunião, era importante manter sua posição de neutralidade, porém com o documento do tratado de fundação do MERCI em mãos para não permitir excessos.

- Há ainda outros colegas a chegar para a reunião, mas as duas partes mais interessadas já se fazem presentes. Por gentileza, gostaria que o representante de Krebesh começasse a falar sobre sua questão, por favor mantendo a cordialidade, em seguida o português terá sua réplica.
avatar
Sarvoya

Mensagens : 857

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/gustavopfurla

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Krebesh em Seg Jul 01, 2013 7:43 pm

Logo tendo a palavra D.Afonso faz um sinal a 1 de seus Delegados que sobe a Plaqueta e começa a Dizer:

Camaradas aqui presentes ( exceto Portugal ), venho hoje diante de vós para expressar a profunda condolência do Reino Unido de Krebesh e seu Soberano diante dos conflitos que repercutiram sobre a mídia nesses tempos e que de alguma forma foram mal interpretadas..
Krebesh não têm nenhuma amargura com quaisquer país que seja.. Nem Aliados de Portugal, eles ( aliados de pt ) não tem culpa do Governo Onipresente que Portugal se tornou após retirar injustamente D.Afonso do Trono ocupado pelos Bragança em uma atitude, repito, SÁDICA!
Ao contrário da Mulher que ocupa o Trono de Portugal uma Boicote Loulé D. Afonso zela pelos princípios éticos e morais.. mas infelizmente Portugal está excluso de tal lista.

Krebesh juntamente ao seu Soberano mantém sua posição contra Portugal até este presente Momento!

Depois de fazer o discurso o Delegado volvera ao seu assento ao lado do Monarca!
avatar
Krebesh

Mensagens : 109

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=krebesh

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Nova Salvador em Ter Jul 02, 2013 4:52 am

Dona. Bruna Furlan Imperatriz-Consorte chega acompanhada pelo Marechal Alberto Brilhante Ustra sempre fardado, além de 7 assessores também militares.

Ela sussurra para seus assessores, sentem-se quem vai falar sou eu, não quero que falem merda, apenas aprendam com Imperatriz, vocês vermes estão aqui para aprender.

Boa noite a todos.

A situação é a seguinte, os neo-setembristas roubaram terras de um país soberano, destituíram D. Afonso do trono lusitano, durante a guerra de secessão não eram raros os casos de estupro, a população local após a ocupação do território outrora pertencente a Salvador nos apresentou diversas queixas de estupro por parte de Portugueses, a nova carga tributária imposta altíssima acabou gerando desemprego e fome, nosso povo foi expulso, teve que fugir da região para voltar ao que restou do adorável território do Império de Salvador.

D. Afonso, detentor de direito do trono lusitano hoje visa retomar o trono roubado, é de extrema importância para o MERCI fazer Justiça! Garantir a devolução das terras tomadas de Nova Salvador, bem como colocar o legítimo detentor do Trono de volta a seu lugar, expulsando a impostora do trono!


avatar
Nova Salvador

Mensagens : 626

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Sarvoya em Ter Jul 02, 2013 6:32 am

- Bruna Furlan, a palavra não lhe foi dada, comporte-se ou será convidada a se retirar. O que o representante português tem a dizer?
avatar
Sarvoya

Mensagens : 857

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/gustavopfurla

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Commonwealth em Ter Jul 02, 2013 8:16 am

O Statsminister (o equivalente ao primeiro-ministro na Suécia) Fredrik Reinfeldt chega à reunião acompanhado pelo Ministro da Defesa Alexander Karlsson, pela Ministra do Comércio Wilma Lindberg e pelo Príncipe da Coroa Carl Philip. Com eles vêm apenas dois guarda-costas.
Entram na sala durante o discurso da Imperatriz Bruna Furlan. A Ministra Wilma olha em redor: numa ponta da mesa o delgado português, no meio Jéssica Darko, e do outro lado o enorme aparato krebeshiano com o Rei D. Afonso VII. Virou-se para a delegação sueca, abriu um enorme sorriso e disse: Senhores, parece-me que hoje vamos fazer muito dinheiro aqui.

Todos tomam os seus lugares e começam a preparar a papelada para a reunião. Bom, todos menos o Príncipe. Tinha sido obrigado a comparecer à reunião em representação da Casa Real, mas não poderia comentar nenhum assunto, uma vez que na Suécia a representação diplomática é da competência da Casa reinante. Basicamente estava ali para assinar um acordo ou outro e servir de distração para os media... e para as meninas. No entanto ao ver Jéssica Darko não conseguiu deixar de pensar que o seu dia tinha acabado de melhorar. Dirigiu-se à filha do primeiro-ministro da Confederação, beijou-lhe a mão e disse-lhe, olhando discretamente para o delegado português e para o Rei D. Afonso: "Não esperava ver uma senhorita tão jovem a lidar com esta situação".


O Príncipe Herdeiro Carl Philip na chegada à capital do Curdistão

Fredrik Reinfeldt
Alexander Karlsson
Wilma Lindberg
avatar
Commonwealth

Mensagens : 911

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Portugal em Qua Jul 10, 2013 3:15 am

O delegado português puxou do micro, e no tom mais monocórdico possível simplesmente comentou...

Creio que vim negociar com diplomatas, não corifeus... Por favor meus caros senhores, não transfiram para o Reino de Portugal os vícios de vossos governantes...

O delegado português atacava pela brutalidade típica dos regime soteropolitano e o despotismo sádico de D. Afonso de Bragança. De resto era mais que óbvio que todos na sala sabiam que Portugal tinha as mãos limpas...

_________________
avatar
Portugal

Mensagens : 505

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=portusgaal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Sarvoya em Qua Jul 10, 2013 6:59 pm

Jessica Darko percebe os rumos vazios que a reunião vem tomar e levanta-se.

Vou ler aos presentes um trecho da Convenção do Índico que foi criado para nossa segurança e união.

Art. 6º - Nenhum país signatário desta convenção poderá declarar guerra contra país-membro do Mercado Comum do Índico, podendo em caso de agressão estrangeira a algum país da região, manter postura de neutralidade ou apoio à nação agredida.
Art. 7º - As embarcações mercantis registradas em país membro desta convenção, terão livre acesso ao mar territorial dos países signatários desta convenção, sem pagar quaisquer tributos ou necessitar de autorização prévia para a passagem.
Art. 15º - A violação a quaisquer termos desta convenção culminará em responsabilização do Estado que a violar, decidindo-se posteriormente, em momento oportuno, junto com os países signatários desta convenção, qual será a sanção cabível, quando ocorrerem tais violações futuras.

Então, senhores, Krebesh deve terminar imediatamente com suas hostilidades a Portugal, e Portugal deve imediatamente abrir passagem a Krebesh. Os demais membros não se envolvam sem ordem da Presidência do MERCI - olhava para os representantes de Nova Salvador e Suécia - conhecíamos cada artigo antes da fundação e contribuímos na elaboração dos mesmos, e por isso devemos respeitá-los.
A intenção em fundar o MERCI era de dar o exemplo para o mundo. Queremos continuar à frente ou queremos destruir o MERCI e voltar a ser meros figurantes?
avatar
Sarvoya

Mensagens : 857

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/gustavopfurla

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Commonwealth em Qua Jul 10, 2013 7:50 pm

O Statsminister Frederik pede a palavra:
- Colegas, interpretando estritamente a Convenção, o Conselho da União e a Casa Real acreditam que Krebesh violou o artigo 6º ao passar leis de guerra contra Portugal, conforme foi afirmado na estação oficial de notícias do Reino de Krebesh. Posto isto é nossa convicção que, tendo em conta a difícil situação da economia krebeshiana, não devem ser aplicadas as disposições do artigo 15º mas sim deve ser preparado um plano internacional de resgate à economia de Krebesh, colocando-se desde já a Ministra Wilma disponível para conduzir as negociações.


A Ministra Wilma faz sinal a Frederik que lhe passa a palavra:
- Senhores, creio que é do interesse de todos que as economias do Índico sejam fortes para que o MERCI possa ser um meio de exercer pressão internacional, assim este pacote de resgate seria do interesse comum de todos. Da parte sueca acabei de receber a confirmação de alguns representantes de várias gigantes internacionais, em especial da IKEA, que estão dispostas a investir cerca de 3 mil milhões de kronor para desenvolver a indústria krebeshiana. O estado sueco está disposto a avançar 6 mil milhões de kronor, o que perfaz um investimento total de 9 mil milhões de kronor. Se todos os estados-membros do MERCI investirem igual quantia ficamos com um pacote de resgate na ordem dos 36 mil milhões de kronor.

(OOC: 1 Krona = 1 Libra Esterlina; o que resulta num investimento total de quase 42 mil milhões de euros, 122 mil milhões de reais ou 54 mil milhões de dólares americanos. Para quem usa a escala curta [ver aqui] mil milhões = um bilião)
avatar
Commonwealth

Mensagens : 911

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Sarvoya em Qua Jul 10, 2013 8:19 pm

Rafael Hernandez, representante e Ministro da Indústria e Energia de Sarvoya pede a palavra:

- Estaremos dispostos a contribuir para o desenvolvimento de Krebesh se D. Afonso se afastar do poder. Krebesh não passa de um degrau que logo será descartado quando ele conseguir domínio da Coroa Portuguesa. Na condição atual seria um desperdício de recursos.

Jessica Darko percebe a alteração no colega e tenta fazer alguma coisa para previnir uma pancadaria:

- Acalmem-se senhores, vamos manter a compostura. Ministro Frederik, o MERCI está oferecendo uma oportunidade para resolver a questão pacificamente sem precisar da tomada de penalidades.
Também tenho algo a comentar sobre a reivindicação de Nova Salvador. Segundo o direito internacional Uti Possidetis as terras perdidas permanecem perdidas, a perda também ocorreu antes da instituição do MERCI, o MERCI não pode fazer nada a respeito.
avatar
Sarvoya

Mensagens : 857

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/gustavopfurla

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Nova Salvador em Qua Jul 10, 2013 9:41 pm

Bruna Furlan olha para Jessica Darko

Isto é uma vergonha! Afastar D. Afonso do trono de Kerbresh? Daqui a pouco vão pedir que D. Bertochi I abdique, que D. Maxmilien abdique, aliás, a deposição de D. Afonso do trono lusitano foi uma vergonha internacional. Não querem um conflito militar? Restaurem D. Afonso a seu lugar de direito e restituam as terras soteropolitanas, caso contrário não vejo outra alternativa a não ser dissolver esta organização que mais se assemelha a um covil.

Protegem uma nação invasora que não respeita, aliás nunca respeitou a soberania dos demais países deste órgão internacional!

Jessica, este órgão não pode ser subserviente a interesses espúrios, não! Há que se respeitar a linhagem de Bragança, há que se respeitar a linha dinástica, o golpe neo-setembrista precisa meus senhores ser desfeito! A usurpação de terras neo-soteropolitanas precisa ser corrigida nem que seja na base do canhão!
avatar
Nova Salvador

Mensagens : 626

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Commonwealth em Qua Jul 10, 2013 10:18 pm

A Ministra do Comércio perde a compostura:
- Vossa Majestade, se quer que este órgão respeite as reivindicações neo-soteropolitanas tem que ser primeiro você e Nova Salvador a respeitar o MERCI! Isto não é nem nunca será, pelo menos enquanto a Suécia permanecer aqui, um palco para fazer crises internacionais e fingir falsa tristeza para os media! Não lhe admito que se dirija assim a um representante de uma nação amiga e serei a primeira a propor que Nova Salvador seja banida do MERCI. As Cúpulas do MERCI não são o local para fazer escândalos pessoais e internacionais ganharem foco! Respeite os seus pares ou então vá-se danar! Isso mesmo, você, o seu marido e todos os ditadorzinhos de Nova Salvador podem ir dar uma volta e nunca mais aparecer numa reunião de povos democráticos e civilizados!

Quando a delegação sueca finalmente consegue acalmar a Ministra, o Príncipe toma a palavra:
- Senhores, espero que entendam que as afirmações da Senhora Ministra Wilma não têm qualquer valor diplomático, uma vez que nesta reunião a representação do Reino da Suécia me compete a mim. De resto, peço civilidade e calma a todos os presentes, uma coisa que faltou neste momento à delegação sueca e pela qual peço já desculpas.
avatar
Commonwealth

Mensagens : 911

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Nova Salvador em Qua Jul 10, 2013 11:11 pm

O Marechal Brilhante Ustra intervém com a autorização da Imperatriz-Consore

Mais uma vez vemos um disparate, Nova Salvador é uma nação democrática senhora, temos um histórico na realização de plebiscitos e referendos de modo garantir a democracia em nossa nação, ademais o Imperador tal qual sua linhagem tem seu poder baseado na vontade popular onde a proclamação da monarquia, bem como a coroação de D. Bertochi I se deu via REFERENDO POPULAR! No tocante a D. Afonso seu poder é legitimado pela tradição histórica, de tal modo que a deposição do mesmo foi um ultraje ao próprio

Cabe ainda meus senhores, imprensa aqui presente ressaltar que a democracia em Nova Salvador é uma democracia participativa, existem inúmeros projetos de iniciativa popular em tramitação do Parlamento Neo-Soteropolitano!
avatar
Nova Salvador

Mensagens : 626

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Krebesh em Qui Jul 11, 2013 12:41 am

Logo após ouvir os discursos feitos por países do MERCI, D.Afonso VII olhava para seus Delegados e com um ar sério aproximava-se do Pleito e dizia as palavras no microfone:

" Creio que minhas reivindicações não serão atendidas do modo como as coisas andam nessa cúpula e que meu único desejo é retomar oque é meu por direito e de minha Família.. com a permissão ou Não dos senhores isso será FEITO. "

D.Afonso VII, afastava-se do Pleito e olhava com um ar Límpido e impetuoso para a Delegação Sueca;
avatar
Krebesh

Mensagens : 109

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=krebesh

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Commonwealth em Qui Jul 11, 2013 10:22 am

O Ministro da Defesa pede autorização ao Príncipe para falar, que lha concede:
- Senhores, creio que é fundamental que esta reunião chegue a um acordo sobre o conflito entre Krebesh e Portugal. Relembro-vos que todas as nações aqui presentes possuem armamento nuclear, químico e biológico, e que uma guerra seria devastadora para os povos do Índico.
Proponho que se faça o seguinte: que a Princesa Vitória da Suécia, Duquesa de Västergötland, descendente do Rei Afonso III de Portugal e de várias famílias nobres portuguesas pela linha da mãe, contraia matrimónio com o Rei Afonso VII de Krebesh; que o Governo do Reino de Portugal reconheça a nova linhagem Bragança e Vasa, formada pelo matrimónio dos dois, como segunda Casa dinástica; e que caso a linhagem de Loulé se extinga o trono seja entregue à Princesa Vitória, garantindo assim a manutenção dos princípios democráticos neo-setembristas, e garantindo ao Rei Afonso VII o título de Rei-Consorte e a seus descendentes o direito ao trono. Assim creio que se chega a um bom compromisso que pode agradar a todas as partes.
avatar
Commonwealth

Mensagens : 911

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Nova Salvador em Qui Jul 11, 2013 3:08 pm

O Marechal fala novamente.

Só faltou um detalhe, Garantir a devolução das terras de Nova Salvador, a exceção de Managuá.
avatar
Nova Salvador

Mensagens : 626

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Commonwealth em Qui Jul 11, 2013 4:02 pm

O Ministro da Defesa responde rapidamente ao Marechal:

- Os territórios cedidos a Portugal são legalmente portugueses, Nova Salvador concordou com isso quando assinou a rendição. Os territórios foram legalmente perdidos e portanto o MERCI não deve nem pode pronunciar-se sobre esse assunto. No entanto eu acredito que uma solução plausível seja o estabelecimento de um eventual Protetorado da África Central administrado por um triunvirato constituído por um representante de Nova Salvador, um representante de Portugal e um representante do MERCI encarregue de desempatar a votação das decisões quando tal for necessário; mas esta é a minha opinião pessoal e não vale mais que isso.
avatar
Commonwealth

Mensagens : 911

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Nova Salvador em Qui Jul 11, 2013 4:22 pm

Bruna Furlan tenta controlar o riso. e fala

Você não entendeu ainda, vamos reaver os territórios nem que seja a força, o único acordo possível aqui é caim fora das nossas terras e entreguem a coroa lusitana a D. Afonso, simples...
avatar
Nova Salvador

Mensagens : 626

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Portugal em Sex Jul 12, 2013 1:59 am

O delegado português mantinha a frieza...

O nosso colega sueco tem razão, foi Krebesh que iniciou a "ofensiva" contra Portugal, simplesmente o Reino deu resposta, não demos nem um tiro e também não seremos os primeiros.

Agora quanto a Vossa Senhoria D. Afonso de Bragança, por mim pode reinar onde lhe aprouver, e quem o quiser sustentar que sustente, desde que a sua pessoa não seja imposta ao povo português nada contra. Da mesma maneira que não toleramos atentados e maquinações de bastidores contra portugal.

Quanto aos soteropolitanos, esse território é território nacional e sempre o foi desde a sua descoberta... E foi assinado um tratado sobre tal. Qualquer invectiva sobre ele terá a devida resposta.

O que lamento nisto é os principios desta nobre Liga (ooc: designação pomposa para a MERCI) estarem a ser vilpendiados em prol dos caprichos de um tirano, que não vê utilidade mais nenhuma nesta Liga do que usar-la para agredir o Reino de Portugal!

Uma vergonha, e o povo português está escandalizado...

_________________
avatar
Portugal

Mensagens : 505

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=portusgaal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Krebesh em Dom Jul 14, 2013 2:34 pm

D.Afonso perde a compostura diante das blasfêmias do Delegado Português:

Escute aqui senhor!, Eu sou o Herdeiro e detentor do TRONO LUSITANO por direito e ungido por DEUS, nem seus conspiradores baratos nem sua PUTA impostora chamada D. Constança retiraram oque é MEU POR DIREITO.. Oque DEUS confiou a mim!
Suas blasfêmias e palavras mirabolantes não fazem o menor sentido sobre oque eu SEI.. SOBRE O MEU TRONO.. Você é um TRAIDOR conspiracionista e como tal deve pagar por sua Traição... Quando o TRONO voltar as minhas mãos novamente vocês pagarão!


E transmita essa mensagem a sua USURPADORA, delegado " PORTUGUÊS " : Constança se acha que descansarei até lhe retirar de meu trono ESTÁ TOTALMENTE ENGANADA, você só terá o meu trono por cima de meu cadáver!
Se é guerra que quer,Guerra Terá!


E quanto aos países desta cúpula que apoiam esta estupidez de afirmar que o Trono não é meu por DIREITO.. eu declara-vos LOUCOS e apoiadores do regime Fatídico que esta PUTA usurpadora junto aos seus conspiracionistas instauraram em meu AMADO País.




Assim depois do excesso D. Afonso juntamente a comitiva Real de Krebesh deixavam a cúpula.. Entrando rapidamente no Limousine blindada partindo em direção ao Aeroporto.
avatar
Krebesh

Mensagens : 109

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=krebesh

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: III Cúpula MERCI - Krebesh e Espanha (Curdia - Curdistão)

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum