Julgamentos Internacionais do Areeiro

Ir em baixo

Julgamentos Internacionais do Areeiro

Mensagem  Lapália em Dom Fev 10, 2013 1:32 am

A acusação dos criminosos comunais demora horas e horas a ser redigida pelo Supreme Court. No fim de tudo, os juízes lapálios decidem resumir sucintamente as acusações de todos, fazendo-as acompanhar-se das provas: documentos e fotografias recolhidos pelas tropas no terreno. Tudo junto, davam milhares de páginas de provas e testemunhos, que certamente levariam os juízes à exaustão. Resumidamente:

The Supreme Court of Lapalia


Acusação contra Adolf McHitler

Adolf McHitler é acusado de Crimes Contra a Humanidade, perpetrados durante o período em que foi Chanceler e Imperador do seu país. Adolf McHitler desrespeitou os direitos humanos perseguindo minorias civis, como negros e homossexuais. Foram criados campos de concentração onde os seus perseguidos eram forçados a trabalhar.

Adolf McHitler é acusado de Crimes Contra a Liberdade, perpetrados durante o período em que foi Chanceler e Imperador do seu país. Adolf McHitler restringiu as liberdades políticas e prendeu opositores e discordantes do regime, por meio de uma polícia política, a SS.




Acusação contra os Monarcas da Áustria

Os trinta e seis monarcas e respectivos herdeiros apresentados a tribunal são acusados de Conivência Passiva a Crimes Contra a Humanidade. No exercício dos seus direitos políticos, os monarcas deste país permitiram a ascensão de Adolf McHitler ao poder, não obstruindo e até patrocinando os seus crimes.




Acusação contra as Secções de Segurança

As SS são acusadas de Crimes Contra a Humanidade e Contra a Liberdade, perpetrados durante o período em que Adolf McHitler foi Chanceler e Imperador do seu país. São responsáveis pelas perseguições ordenadas por Adolf McHitler.




Acusação contra as Empresas Esclvagistas e os Proprietários Esclavagistas

As Empresas e Proprietários Esclavagistas descobertos no decorrer da operação lapália são acusados de escravizar e, por vezes, torturar outros seres humanos.

ooc: Os julgamentos começarão assim que os representantes internacionais tenham chegado no outro tópico. Assumo que capturei alguns líderes das SS e de empresas esclavagistas, o Commonwealth nunca especificou quem consegui ou não capturar... Cada julgamento será feito separadamente.
avatar
Lapália

Mensagens : 645

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Julgamentos Internacionais do Areeiro

Mensagem  Almada em Seg Fev 11, 2013 7:17 pm

Todo este post é ooc

É preciso delinear isto bem, para não ser uma confusão do caraças, ainda por cima com 4 julgamentos em simultâneo.

OOC aqui:

http://nsportugal.forumeiro.com/t323-topico-ooc-dos-julgamentos-do-areeiro


Forma de funcionamento do tribunal e do julgamento (se não concordarem com algo digam antes que comece, no tópico ooc):

1) Lapália apresentou 4 acusações, a forma mais simples é termos 4 tópicos. Criei uma secção para isso.

Julgamento de Adolf McHitler
Julgamento dos Monarcas da Áustria
Julgamento das Secções de Segurança
Julgamento dos Proprietários Esclavagistas

Todo o ooc é no tópico do ooc, nestes 4 tópicos apenas tópicos em IC.


2) Apresentadas as acusações de Lapália, todos os acusados terão o direito a uma declaração inicial, onde se declararão culpados ou inocentes e poderão falar durante o máximo de 1 hora. Depois deste testemunho inicial, os arguidos só falarão quando interrogados pelos advogados de acusação e defesa.

3) Depois desta declaração. A acusação e a defesa têm 3 rondas de declarações, apresentação de provas e interrogatórios a testemunhas e arguidos. Começa a acusação e alterna-se até estarem completas as 6 rondas.

Todos os países do mundo podem ter um advogado de acusação, de defesa apenas quem o jogador que controla os arguidos aceitar.

4) Depois destas rondas, os 5 juízes (Almada, Lapália, Sarvoya, São Paulo e Galiza) reúnem em privado e cada jogador posta a apreciação do seu juiz, podendo haver diálogo. Se existir um consenso relativamente à culpa ou inocência, esse julgamento termina. Haverá uma excepção caso surja uma prova nova num cenário IC que um dos lados julgo necessário apresentar. O veredicto é anunciado, mas não a pena.

Se numa (ou mais) das acusações não existir um consenso, segue-se uma nova ronda, só que desta vez são os juízes a colocar questões aos arguidos. Os advogados podem intervir apenas 1 vez, sendo que essa vez inclui quaisquer provas, declarações ou interrogação de testemunhas.

Os juízes devem colocar todas as questões necessárias a que possa firmar a sua decisão.

5) Os juízes voltam a reunir em privado e tentam de novo chegar a ma decisão consensual. Se tal não for possível, terá que se proceder a uma votação, em que cada juíz terá 1 voto, sendo assim decidido se os arguidos são ou não culpados.

6) Depois de tudo anunciado, os juizes terão 1 mês (porque esta parte já pode ser feita com mais calma) para definir a pena. Se houver consenso ainda bem, caso contrário será uma votação com as alternativas em cima da mesa.


Este tópico vai ser trancado para que cada julgamento tenha a sua continuidade. OOC nno sítio dele, não se esqueçam.
avatar
Almada
Admin

Mensagens : 751

Ver perfil do usuário http://nsportugal.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum