Operação Agosto Negro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Operação Agosto Negro

Mensagem  Astartia em Sex Jul 13, 2012 3:37 am

A rápida deterioração da situação diplomática significa que o estado-maior das forças armadas dá luz verde ao inicio da operação agosto negro, também conhecida como "operação impensável". Apesar das forças Astartianas terem um orçamento moderado, e de estarem maioritariamente direccionadas para a defesa, existiram sempre planos para combater a ameaça Triestiana, desse por onde desse.

O governo chama todos os reservistas à acção, e a mobilização geral pode estar por horas. Entretanto a marinha ordena que todos os barcos disponíveis saiam dos portos e se começem a organizar, ao mesmo tempo que a força aérea reúne todos os caças disponíveis e os coloca em prontidão máxima, prontos para serem lançados em 10 minutos.

Os pilotos, os comandantes navais e os generais recebem as suas ordens finais enquanto a Astártia suspira fundo e ainda reza por uma solução pacifica para a crise.
avatar
Astartia

Mensagens : 235

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Agosto Negro

Mensagem  Astartia em Sex Jul 13, 2012 10:42 pm

A meio da noite em Lionburg ouvem-se as sirenes da policia, vários carros aceleram para o distrito das embaixadas.

O governo tinha dito um "não" definitivo ao ultimato Triestiano para entregar os refugiados, ninguém sabia qual seria o seu próximo passo, mas tudo indicava guerra no horizonte.

Ao chegarem, membros dos serviços secretos acordam os empregados e os embaixadores dos variados países. O governo tinha pedido a evacuação dos serviços diplomáticos para zonas mais seguras, e embora não tivessem autoridade para movimentar os embaixadores sem a sua autorização (As embaixadas são considerados territórios nacionais) os elementos dos serviços secretos notificam os embaixadores que há a possibilidade de Lionburg ser destruida por forças Triestianas, logo, para garantir a sua segurança, o governo queria evacua-los para um bunker numa localização confidencial.

Por todo o país respira-se o terror da guerra, de tal forma que até os movimentos migratórios se invertem. Na fronteira com Almada, milhares de jovens tentam todos os dias cruzar a fronteira, mesmo ilegalmente, a fim de escaparem à guerra antes da mobilização geral. As autoridades fronteiriças pouco podem fazer visto que não é ilegal abandonar o país, só poderiam tomar acção caso os Almadenses devolvessem os imigrantes.
avatar
Astartia

Mensagens : 235

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Agosto Negro

Mensagem  Portugal em Sex Jul 13, 2012 10:46 pm

Portugal acaba por não ser um destino muito interessante para os foragidos astártios... Se fossem parar quer a África quer a Portugal eram recrutados à pressa para uma milícia qualquer. Chegou-se a um ponto em que só não se recrutam cães e gatos porque não têm mãos!

_________________
avatar
Portugal

Mensagens : 505

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=portusgaal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Agosto Negro

Mensagem  Convidad em Ter Jul 17, 2012 10:49 pm

No seio do Exército Vermelho, os generais sabem que as forças militares triestinas e astartianas estão praticamente empatadas, e com um oceano pelo meio a possibilidade de desembarques e invasões terrestres é quase 0.

As batalhas serão no mar e pelo ar, e por isso enquanto a infantaria e os blindados continuam a focar a sua atenção em Nova Salvador, a Marinha e a Força Aérea começam a posicionar-se de forma a estarem prontos no início da guerra, que seria sem dúvida uma guerra de atrição. Conseguiria a economia não-centralizada de Astartia produzir tanto material de guerra de forma tão eficiente como as grandes fábricas do interior? Conseguiria um exército num pais democrático recrutar tantos homens dispostos a morrer pela pátria e pela bandeira como Triestin, que já tinha campanhas de recrutamento desde o nascimento da República?

Stalin considerava as democracias fracas e decadentes, e quando as baixas aumentassem dos dois lados, a vantagem seria sua.

A força aérea recebe fundos extra, o projecto Nikolaev recebe milhares de homens que trabalharão noite e dia e a propaganda anti-astartiana já está a todo o vapor.




Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Agosto Negro

Mensagem  Astartia em Qua Jul 18, 2012 1:39 am

A operação Agosto Negro recebe luz verde, a Astartia lançaria o primeiro golpe numa tentativa de ceifar rapidamente uma parte da força aérea Triestiana. Era arriscado, a Astártia e Triestin estavam empatados em termos militares, e não se sabia bem como o resto do mundo iria reagir ao facto de ser a Astártia a lançar o primeiro golpe.

Mas os ganhos possíveis eram enormes. Um ataque com sucesso, mesmo que conseguisse eliminar 20 caças e alguns bombardeiros, compraria algum tempo precioso para mobilizar as industrias de guerra, e possivelmente eliminaria a possibilidade de Triestin atacar o continente Astartiano. O objectivo era mesmo "dar um corte de cabelo" à força aérea Triestiana.

O ataque é surpresa, o alto-comando conta que os Triestianos não esperem que seja a Astártia a dar o primeiro golpe, especialmente antes do prazo do ultimato terminar. O alto-comando por uma vez esperava que o desprezo do inimigo pela Astártia fosse tão grande que os apanhariam em falso. Era uma jogada perigosa.

30 caças, dos quais 10 typhoon e 20 tornado, juntam-se a 20 bombardeiros-ligeiros F-111 num ataque relâmpago à maior base aérea Triestina, com o fim de destruir o maior numero de aeronaves. As ordens são simples, viajar baixo para evitar o radar o mais possível (a marinha iria tentar fazer o máximo de interferência rádio que pudesse), chegar à base e lançar um ataque rápido, procurando fazer o maior dano possível, e retirar logo. Tinham também a missão de fazer algum reconhecimento para a marinha mais tarde bombardear com mísseis de cruzeiro. O resto da força aérea fica para trás, bem como a marinha, se Triestin tentasse dar perseguição aos caças, iriam ser recebidos por uma onda de mísseis anti-aéreos, caças, e baterias AA terrestres.

Os aviões descolam para a escuridão da noite....o alto-comando vive momentos de grande expectativa, os dados estavam lançados....



F-111 lançam-se ao ataque.
avatar
Astartia

Mensagens : 235

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Agosto Negro

Mensagem  Convidad em Qui Jul 19, 2012 11:03 pm

ooc: Peter, não é estar a querer fugir com o rabo à seringa, mas as minhas bases principais (sem ser marinha) estão perto de Moscovo, quase no centro do país. Vou assumir que não levas a mal mudar para uma base mais periférica junto à costa. É que não é muito realista voares sobre quase metade do território e ainda assim chegar ao alvo. Se não concordares depois reescreve-se isto.

ic:



Na base naval de Tbilisi, o radar principal começa a ser inutilizado com interferências, mas vários mecanismos de apoio detectam movimento aéreo a caminho de Triestin. Os generais e comissários ainda preparavam locais de reunião de aeronaves em bases perto de Tbilisi, Minsk e Volgogrado e ninguém estava preparado para um ataque surpresa. A maior base da região estava a nordeste de Minsk mas não haviam pilotos mobilizados para retirar todas as aeronaves do solo.

Assim que os esquadrões astartios entram no espaço aéreo triestino os comissários no solo apercebem-se de que não se trata de umaprovocação nem de reconecimento e dão o alerta nas 3 cidades. 30 F-16 saem de Tbilisi assim que os astartios passam pelo sul em direcção à base de Mitryanev (nordeste de Minsk), dessa forma tinham entrado mas teriam que combater para regressar a casa.



No Comando Militar de Misnk ninguém sabe bem para onde os astartianos vão, mas suspeita-se que será para Mitryanev. Nessa base estão cerca de 35 F-16, 5 Mirage 2000EGM, 1 B-1 Lancer 10 T-2 Buckeye de apoio à defesa costeira. As defesas anti-aéreas são deficientes devido à surpresa do ataque e aposta-se numa tentativa de evacuação das aeronaves, sendo que apenas 10 F-16 sobem aos céus.

Os astartianos chegam a Mitryanev e carregam sobre a base, apenas com pequenas defesas anti-aéreas activas e a resistência de 10 caças. No solo tenta-se tirar alguns caças a andar estrada fora para evitar que sejam apanhados, mas tudo muito atabalhoado por os bombardeiros atacam as instalações para desorganização dos soldados.



Os caças no ar comunicam alguns abates, mas devido à superioridade adversária são forçados a retirar após perderem 5 caças no ar.

Os astartios retiram de Mitryanev deixando para trás 22 F-16, 3 Mirage 2000EGM e os T-2 Buckeye destruidos. Mas o pior foi a destruição do B-1 Lancer, visto que Triestin apenas possuia 2 modelos destes. O Comando Militar em Moscovo avalia rapidamente as perdas, que não são consideradas graves pois a Força Aérea tinha mais de 3 centenas de caças no activo.


Em Tbilisi prepara-se a retribuição, mas para já o esquadrão astartio, já com algumas perdas, tem agora que passar pelos 30 F-16 que partiram de Tbilisi para os interceptar antes que cheguem ao mar...

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Agosto Negro

Mensagem  Astartia em Sex Jul 20, 2012 12:59 am

Dois dos F-111 são abatidos depois de largarem as bombas. Os Typhoon ainda dão caça, e abatem 5 dos inimigos, mas só depois de sofrerem uma baixa e algum dano em vários caças (os Triestianos tinham combatido ferozmente). Mesmo assim o ataque é considerado um sucesso, os aviões na base estavam destruidos, incluindo um valioso bombardeiro. Era hora de fugirem o mais rápido possível antes que o grupo se tornasse mais uma das baixas do dia.


A caminho do continente, no entanto, o radar detecta o pior, vários sinais pequenos a alta velocidade....ou seja, caças. O lider do grupo rápidamente compreende a difícil situação em que está, os F-111 eram bons bombardeiros ligeiros, mas estavam obsoletos em comparação com aviões de caça mais modernos, nunca iriam sobreviver a um combate aéreo cerrado. No entanto tinham três vantagens, a altitude a que podiam chegar, a sua velocidade e o seu alcance, que era em tudo superior a pequenos caças monolugar. O lider do grupo dá as suas ordens: os F-111 deveriam ganhar o máximo de altitude e cruzar a mach 2.5 para a base de Dolblin em Aire (occ: a ilha grande que partilho com Almada) desta forma evitavam cruzar-se com os caças de Tblisi enquanto rezavam que as baterias anti-aéreas não os apanhassem.

Os caças não tem a mesma sorte, visto que a altitude de operação é basicamente a mesma, teriam sempre que passar pelos caças inimigos para chegarem a Aire ou mesmo a qualquer outro lado, por isso rumam ao continente, que fica mais perto. O grupo de 29 caças restantes divide-se em 8 grupos de três e um de dois, cada força a voar a altitudes diferentes numa tentativa de evitar a intercepção o mais possível. O lider do grupo dá ordens para acelerarem o ritmo, mas com alguns caças já danificados, e muitos já com poucos mísseis, sabe que regressar sem baixas seria agora um milagre.

Do continente lançam-se 10 Tornados (occ: F-15) para servirem de isco aos caças Triestianos. Os caças aproximam-se o mais possível de terra sem serem ameaçados pelas baterias anti-aéreas, e procuram que o inimigo os siga até ás baterias anti-aéreas no continente, resta saber se Triestin come o isco.
avatar
Astartia

Mensagens : 235

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Agosto Negro

Mensagem  Convidad em Ter Jul 24, 2012 12:04 am

Os caças recebem ordens para apenas manter a distância até que o inimigo abandone o espaço aéreo triestino e atacar apenas se este se preparar para atacar outro alvo.

O Comando Central em Moscovo prepara uma mobilização de recursos aéreos e defesas anti-aéres sem precedente para a costa do país. Qualquer novo ataque aéreo será recebido com um inferno de caças e artilharia anti-aérea.

Stalin não autoriza para já nenhum contra-ataque. Nas principais cidades inicia-se uma deslocação temporária da população para as aldeias e vilas dos arredores com receio de ataques a cidades. Os sistemas de mísseis de longo alcance começam a afinar a mira contra as cidades astartianas. Stalin continua a acreditar que terá que ser uma guerra à distância e confia que Astartia será menos capaz de suster baixas civis a longo prazo do que Triestin.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Agosto Negro

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum